Nissan Qashqai 1.6 dCi 130 4×4-i Tekna Premium

Polivalente!

Nissan Qashqai

Nissan Qashqai 1.6 dCi 130 4×4-i Tekna Premium (Foto: Pinhal de Serra d’El Rei)

Pelas praias da Foz do Arelho e arredores. Depois, no pinhal que separa Serra d’El Rei do mar. Enfim, posando para a foto entre as belas vivendas dos luxuosos condomínios da Praia d’El Rey, com os grandes campos de golfe escondidos por vedações de madeira e pinheiros mansos. Este foi o percurso escolhido, em duas vias diferentes, para a versão mais radical do polivalente Nissan Qashqai, com a sua tração às quatro rodas a pedirem alguma ousadia para lá dos limites do asfalto. Radical e polivalente!

dsc09660Para nós, ensaiar esta segunda geração do Nissan Qashqai, que viu a luz do dia em 2013, já não era nenhuma novidade, conforme se pode ler nos links https://autoandrive.com/2014/05/26/nissan-qashqai-1-5-dci-110-4×2-n-tec/, https://autoandrive.com/2014/10/13/nissan-qashqai-1-6-dci-130-4×2-n-tec/ e https://autoandrive.com/2015/09/01/nissan-qashqai-1-5-dci-110-4×2-360o/ . Todavia, experimentar a versão equipada com tração 4×4, era uma coisa que há muito queríamos fazer e que, por este ou aquele motivo (por exemplo, questões de saúde) ainda não tínhamos feito. A oportunidade surgiu agora. E… não ficámos surpreendidos, pois já estávamos à espera de algo como o que encontrámos, em termos de qualidades e de eficácia em terrenos ”offroad”.

Por cima de toda a folha

dsc09898Sim, é certo que o Qashqai não é um TT puro e duro, daqueles que nem mete dó atirar às feras dos trilhos mais endurecidos e exigentes. Sim, é certo também que muita gente adquire este que foi o pioneiro dos SUV urbanos (ou crossover, para os mais “puristas”) para andar precisamente aí, na selva urbana. Mas, experimentem levá-lo para a floresta, ponham-no a subir montes e a descer até aos vales e terão uma surpresa.

dsc09914Agradável, se estiverem de espírito para aí virado – para as grandes paisagens e para os percursos mais difíceis que as calçadas e as ruas mal estimadas das nossas povoações. Menos agradável ou até pouco recomendável, se tiverem “pena” do vosso Qashqai, ou se até nem forem grande apreciadores das aventuras do fora de estrada.

dsc09897Em termos práticos, este Qashqai de espírito (mais) livre difere dos seus irmãos mais “urbanos” pela capacidade que tem de se evadir da estrada, sem grandes esforços, e enfrentar as armadilhas que, por caminhos mais ínvios, lhe possam surgir pela frente. Claro, sem grandes veleidades de se aventurar por tudo o que é trilha ou buraco – ele há limites para tudo.

dsc09902E este Qashqai também os tem. Desde logo, as enormes jantes de 19”, calçadas com pneus mais estradistas que aventureiros. É bom para galgar quilómetros, mas bem dentro dos limites do asfalto; fora dele, exige algum cuidado, até porque a sua aderência em pisos verdadeiramente maus, como areia muito mole ou lama, pode causar surpresas um pouco… surpreendentes, para utilizar uma palavra mais, digamos, meiga.

dsc09901Se quiser percursos mesmo trialistas, o Qashqai não é um bom companheiro. Todavia, se é um daqueles condutores que, aos fins-de-semana, anseia por uma pitada de aventura, à procura da paisagem de sonho, que sabe star escondida “lá em cima”, por trás daquele cabeço, então não hesite: o Qashqai possui os argumentos suficientes para que não fique enrascado.

dsc09920Além de qualidade de construção, espaço e itens variados de conforto e segurança – na realidade os mesmos que na versão com somente tração ás rodas da frente, nesta versão com a “agravante” de estar nivelada como topo de gama (Tekna Premium), ostentando por isso “coisas” como o Escudo de Protecção Inteligente – Driver Assist Pack (Alerta de fadiga, Aviso de ângulo morto e Detecção de objectos em movimento) e Safety Pack (Aviso de mudança de faixa involuntária, Identificador de sinais de dsc09922trânsito, Regulador automático das luzes de máximos e Sistema anti-colisão frontal); os Faróis Bi LED; o Teto panorâmico; as Barras de tejadilho (cromadas); a o novo sistema de conetividade NissanConnect (Apps via smartphone, Ecrã táctil de 7″anti-reflexo de alta resolução, Sistema de navegação em 3D e Tecnologia GoogleTM Send-to-Car) – o Qashqai 4×4 tem ângulos de ataque (às subidas) e de saída que não o tornam desprezível, nem “coxo”, perante a maioria dos obstáculos de um TT verdadeiramente de lazer, apesar das proteções plásticas que ostenta, em especial na traseira.

dsc09929Além disso, o sistema que o transforma num 4×2 num 4×4 é tecnologicamente bastante completo. Além de fácil: do lado esquerdo da coluna de direção, em baixo, existe um comando que, ao ser acionado, promove a tração á totalidade das quatro rodas. No modo habitual, o Qashqai rege-se pela tração dianteira; depois, há um modo Auto, que privilegia este tipo de tração, mandando-a para as rodas de trás somente no caso de perdas de tração neste eixo; finalmente, o modo 4WD Lock permite que a tração seja distribuída, à razão de 50/450% em cada eixo, de forma permanente.

dsc09653Porém, esta opção servirá somente em casos extremos – ou de dúvidas do condutor menos afoito nestas coisas… – pois, de uma forma geral, o Qashqai gere com toda a confiança a tração pelos dois eixos, de acordo com aquilo que as rodas pisarem. E, numa utilização normal de TT de lazer, isso é quanto basta… Seja como for, o Qashqai 4×4 é um bom compincha para os escapes do dia-a-dia urbano e uma boa opção, dsc09667perante adversários mais recentes, com imagem mais cotada nos mercados e, por tal, mais caros – embora ofereçam (quase) rigorosamente o mesmo, sendo que as diferenças são mesmo de imagem e, quiçá, de qualidade ou equipamento, que neles é quase sempre pago à parte, em pacote que acabam por onerar o preço final. Não vamos citar marcas, mas todos sabemos quais elas são…

dsc09916E por falar em preço… Obviamente mais caro que na versão 4×2 (cerca de 3.000 euros), imposto “oblige”, o Qashqai 4×4, neste nível e equipamento topo de gama Tekna Premium queda-se por menos de 39 mil euros, um valor bastante aceitável, se olharmos com, atenção para tudo o que ele oferece – e tudo aquilo que com ele poderemos fazer. Dentro e fora de estrada, está bem de ver!

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

dsc09907Motor: Diant., 4 cil., 16 v., 1.598 cc, turbo-Diesel de geometria variável, admissão variável, inj.directa c./”common rail” e “intercooler”; Potência (cv/rpm): 131/4.000; Binário Máx. (Nm/rpm): 320/1.750; Vel. Máx. (km/h): 190;  Acel. 0-100 km/h (s): 10,3; Consumos (l/100 km): 5,2; Consumos AutoanDRIVE (l/100 km): 5,8; Emissões CO2 (g/km): 129; Preço (euros): 38.160

Esta versão custa pouco mais de 38 mil euros (Foto: Foz do Arelho)

Esta versão custa pouco mais de 38 mil euros (Foto: Foz do Arelho)

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s