Hamilton venceu pela 4ª vez GP Grã-Bretanha

Mais um pódio para Max Verstappen

Hamilton venceu em "casa" e está a 1 ponto do comando do Mundial

Hamilton venceu em “casa” e está a 1 ponto do comando do Mundial

Lewis Hamilton venceu pela quarta vez, terceira consecutiva, o GP da Grã-Bretanha, agora depois de um domínio que iniciou na qualificação, onde assinou a 55ª “pole position” da sua carreira. Com esta que foi a sua 47ª vitória na F1, Hamilton ganhou mais uns pontos a Nico Rosberg, que terminou em segundo lugar na pista, antes de descer uma posição com a penalização infligida por ter procurado solucionar via rádio os problemas de caixa de velocidades com que se debateu na parte final da corrida. Com isso, ainda mantém o comando do Campeonato do Mundo de Pilotos, mas agora apenas com um escasso ponto de vantagem para Hamilton. O pódio ficou completo uma vez mais com Max Verstappen, terceiro depois de rodar durante muito tempo em segundo lugar (para onde “regressou” com a penalização de dez segundos de Rosberg) e que, de novo, foi mais eficaz que Daniel Ricciardo, o seu colega na Red Bull, quarto na frente de Kimi Raikkonen. E por falar no finlandês, foi uma vez mais o melhor piloto da Ferrari, já que Sebastian Vettel não passou de nono, atrás de Carlos Sainz, Nico Hulkenberg e Sérgio Pérez. Os lugares pontuáveis foram encerrados com Daniil Kvyat.  A prova realizou-se em condições atmosféricas instáveis, iniciando-se com a pista muito molhada, levando à presença do “safety car” nas primeiras voltas, algo que acabou criticado por alguns pilotos.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida Lewis Hamilton (Mercedes), 52 voltas em 1h34m55,831s; Max Verstappen (Red Bull/TAG-Heuer), a 8,250s; Nico Rosberg (Mercedes), a 16,911s; Daniel Ricciardo (Red Bull/TAG-Heuer), a 26,211s; Kimi Raikkonen (Ferrari), a 1m09,743s; Sérgio Pérez (Force India/Mercedes), a 1m16,941s; Nico Hulkenberg (Force India/Mercedes), a 1m17,712s; Carlos Sainz (Toro Rosso/Ferrari), a 1m25,858s; Sebastian Vettel (Ferrari), a 1m31,654s; 10º Daniil Kvyat (Toro Rosso/Ferrari), a 1m32,600s; 11º Felipe Massa (Williams/Mercedes), a 1 v.; 12º Jenson Button (McLaren/Honda), a 1 v.; 13º Fernando Alonso (McLaren/Honda), a 1 v.; 14º Valtteri Bottas (Williams/Mercedes), a 1 v.; 15º Felipe Nasr (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 16º Estebán Gutiérrez (Haas/Ferrari), a 1 v.; 17º Kevin Magnussen (Renault), a 3 v.

Abandonos – Jolyon Palmer (Renault), caixa de velocidades (38ª v.); Rio Haryanto (Manor/Mercedes), pião (25ª v.); Romain Grosjean (Haas/Ferrari), transmissão (18ª v.); Marcus Ericsson (Sauber/Ferrari), perda de potência (12ª v.); Pascal Wehrlein (Manor/Mercedes), pião (7ª v.)

Volta mais rápida – N. Rosberg, em 1m35,548s (volta 44)

CAMPEONATOS

Pilotos Rosberg, 168 pontos; Hamilton, 167; Raikkonen, 106; Ricciardo, 100; Vettel, 98; Verstappen, 90; Bottas, 54; Pérez, 47; Massa, 38; 10º Grosjean, 28; 11º Hulkenberg e Sainz, 26; 13º Kvyat, 23; 14º Alonso, 18; 15º Button, 13; 16º Magnussen, 6; 17º Wehrlein e Vandoorne, 1

Construtores Mercedes, 335 pontos; Ferrari, 204; Red Bull, 198; Williams, 92; Force India, 73; Toro Rosso, 41; McLaren, 32; Haas, 28; Renault, 6; 10º Manor, 1

Próximo GP – GP Hungria (22/24 de Julho)

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s