Erro da Red Bull dá vitória no Mónaco a Hamilton

A 44ª do nº 44

Lewis Hamilton na frente de Daniel Ricciardo e a caminho da vitória

Lewis Hamilton na frente de Daniel Ricciardo e a caminho da vitória

Lewis Hamilton foi o vencedor do GP do Mónaco de F1, colocando um jejum que durava há já oito corridas sem subir ao lugar mais alto do pódio. Mas a sua vitória – a 44ª da sua carreira, o que o coloca apenas atrás de Alain Prost (51) e de Michael Schumacher (91) em termos de números de triunfos na F1 – apenas foi possível com um erro da Red Bull, que até então (desde que a corrida deixou de estar sob a vigilância do “safety car”, por causa da pista molhada aquando da partida) vinha a ser dominada por Daniel Ricixarod, autor da “pole position”. Esse erro, que acabou, em última análise, por custar a segunda vitória consecutiva à equipa gerida por Dieter Mateschitz, sucedeu com uma paragem mais prolongada dez segundos nas boxes, durante uma mudança de pneus. Assim, Hamilton terminou a corrida na frente, com o pódio a ser completado por Ricciardo e Sergio Pérez, com o mexicano, emocionado, a dedicar o resultado a Vijay Mallya, dono da Force India. Vettel apenas conseguiu levar o Ferrari ao 4º lugar, na frente de Fernando Alonso que, assim, ofereceu o melhor resultado do não à McLaren. Max Verstappen, o vencedor do GP de Espanha anterior, teve agora um fim-de-semana para esquecer, ao bater nada mais que por três vezes com o Red Bull, a última delas na prova! No final, ficou o registo de nunca ter pedido desculpas à equipa…

CLASSIFICAÇÕES

Sérgio Pérez ofereceu um inesperado pódio à Force India

Sérgio Pérez ofereceu um inesperado pódio à Force India

Corrida Lewis Hamilton (Mercedes), 78 voltas em 1h59m29,133s; Daniel Ricciardo (Red Bull/Renault), a 7,252s; Sérgio Pérez (Force India/Mercedes), a 13,825s; Sebastian Vettel (Ferrari), a 15,846s; Fernando Alonso (McLaren/Honda), a 1m25,076s; Nico Hulkenberg (Force India/Mercedes), a 1m32,999s; Nico Rosberg (Mercedes), a 1m33,290s; Carlos Sainz (Toro Rosso/Ferrari), a 1 v.; Jenson Button (McLaren/Honda), a 1 v.; 10º Felipe Massa (William/Mercedes), a 1 v.; 11º Estebán Gutiérrez (Haas/Ferrari), a 1 v.; 12º Valtteri Bottas (Williams/Mercedes), a 1 v.; 13º Romain Grosjean (Haas/Ferrari), a 2 v.; 14º Pascal Wehrlein (Manor/Mercedes), a 2 v.; 15º Rio Haryanto (Manor/Mercedes), a 2 v.

Abandonos -Marcus Ericsson (Sauber/Ferrari), acidente ( v. 52); Felipe Nasr (Sauber/Ferrari), acidente ( v. 52); Max Verstappen (Red Bull/Renault), acidente ( v. 35); Kevin Magnussen (Renault), acidente (v. 33); Daniil Kvyat (Toro Rosso/Ferrari), problema elétrico (v. 19); Kimi Raikkonen (Ferrari), danos de acidente (v. 11); Jolyon Palmer (Renault), acidente (v. 8)

Melhor volta – Hamilton, em 1m17,939s (v. 71)

Campeonatos

Pilotos N. Rosberg, 106 pontos; L. Hamilton, 82; D. Ricciardo, 66; K. Raikkonen, 61; S. Vettel, 60; M. Verstappen, 38; F. Massa, 37; V. Bottas, 29; S. Pérez, 23; 10º D. Kvyat e R. Grosjean, 22; 12º F. Alonso, 18; 13º C. Sainz, 16; 14º N. Hulkenberg, 14; 15º K. Magnussen, 6; 16º J. Button, 5; 17º S. Vandoorne, 1.

Construtores Mercedes, 188 pontos; Ferrari, 121; Red Bull, 112; Williams, 66; Force India, 37; Toro Rosso, 30; McLaren, 24; Haas, 22; Renault, 6.

Próxima prova: GP do Canadá (10 a 12 de Junho)

Max Verstappen nos rails, uma constante do fim-de-semana

Max Verstappen nos rails, uma constante do fim-de-semana

HR

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s