Quarta vitória do ano foi no GP da Rússia

Quem pára Nico Rosberg?

Nico Rosberg venceu na Rússia o seu 7º GP de F1 seguido

Nico Rosberg venceu na Rússia o seu 7º GP de F1 seguido

A quarta prova do Campeonato do Mundo de F1 de 2016 teve o mesmo vencedor da primeira – e, na verdade, também das outras três: Nico Rosberg. Autor da “pole”, a 24ª da sua carreira, o alemão da Mercedes embalou na largada para um triunfo sem contestação, que carimbou com o nº 18 no seu CV na F1. A sua vitória (sétima consecutiva, igualando Michael Schumacher) acabou por ser mais fácil do seu se possa perceber, pois os seus principais adversários foram tendo problemas pelo caminho, – na realidade, logo nas primeiras curvas – algo que não lhe sucedeu. A superioridade dos carros da “estrela” ficou bem patente com a prova de Lewis Hamilton, que largou do 1º lugar a grelha e conseguiu recuperar até ao segundo lugar, estando mesmo a recuperar tempo para Rosberg, quando ambos receberam a bandeira de xadrez. O pódio ficou completo com Kimi Raikkonen, terceiro na frente de Valtteri Bottas (que largou da primeira linha) e Felipe Massa (5º). Numa prova conturbada, que viu uma vez mais Sebastian Vettel abandonar bem cedo, agora depois de dois “empurrões” de Daniil Kvyat (que depois “levou nas orelhas” por parte do “patrão” Christian Horner), os dois McLaren pontuaram (Alonso em 6º e Button em 10º) e, também pela primeira vez, aconteceu um Renault chegar aos pontos (Kevin Magnussen, em 7º). A Haas igualmente voltou a pontuar, com Romain Grosjean em oitavo, na frente de Sérgio Pérez.

CLASSIFICAÇÕES

Kimi Raikkonen celebra mais um pódio com uma boa goldaa de champanhe

Kimi Raikkonen celebra mais um pódio com uma boa goldaa de champanhe

Corrida Nico Roberg (Mercedes), 53 v., em 1h32m41,997s; Lewis Hamilton (Mercedes), a 25,022s; Kimi Raikkonen (Ferrari), a 31,998s; Valtteri Bottas (Williams/Mercedes), a 50,217s; Felipe Massa (Williams/Mercedes), a 1m14,427s; Fernando Alonso (McLaren/Honda), a 1 v.; Kevin Magnussen (Renault), a 1 v.; Romain Grosjean (Haas/Ferrari), a 1 v.; Sérgio Pérez (Force India/Mercedes), a 1 v.; 10º Jenson Button (McLaren/Honda), a 1 v.; 11º Carlos Sainz (Toro Rosso/Ferrari), a 1 v.; 12º Daniel Ricciardo (Red Bull/Renault), a 1 v.; 13º Jolyon Palmer (Renault), a 1 v.; 14º Marcus Ericsson (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 15º Daniil Kvyat (Red Bull/Renault), a 1 v.; 16º Felipe Nasr (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 17º Estebán Gutiérrez (Haas/Ferrari), a 1 v.; 18º Pascal Wehrlein (Manor/Mercedes)

Campeonatos

O primeiro "empurrão" de Kvyat em Vettel

O primeiro “empurrão” de Kvyat em Vettel

Pilotos Rosberg, 100 pontos; Hamilton, 57; Raikkonen, 43; Ricciardo, 36; Vettel, 33; Massa, 32; Grosjean, 22; Kvyat, 21; Bottas, 19; 10º Verstappen, 13; 11º Alonso, 8; 12º Hulkenberg, 6; 13º Magnussen, 6; 14º Sainz, 4; 15º Pérez, 2; 16º Vandoorne, 1; 17º Button, 1.

Construtores Mercedes, 157 pontos; Ferrari, 76; Red Bull, 57; Williams, 51; Haas, 22; Toro Rosso, 17; McLaren, 9; Force India, 8; Renault, 6.

Próxima prova: GP Espanha (13-15 de Maio)

Haryanto em voo após "confusão" com Gutiérrez, Hulkenberg e Ericsson

Haryanto em voo após “confusão” com Gutiérrez, Hulkenberg e Ericsson

HR

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s