Rossi imperial no GP de Espanha de MotoGP

Miguel Oliveira (Moto 2) caiu quando estava em 6º

Rossi matou a sede de vitórias em casa dos seus rivais maiores

Rossi matou a sede de vitórias em casa dos seus rivais maiores

Valentino Rossi dominou de fio-a-pavio (na verdade, desde a qualificação, em que conquistou a 62ª “pole position” da sua carreira) o GP de Espanha de MotoGp, que decorreu em Jerez de la Frontera. Para o centauro italiano da Yamaha, que arrancou melhor e jamais deixou a frente da corrida, esta foi a sua 87ª vitória na categoria principal (e 113ª no geral) e, em casa de todos os “hermanos”, deixou-os de queixo caído, batendo os “local heroes” Jorge Lorenzo e Marc Márques, sem apelo nem agravo e relegando-os para os restantes lugares do pódio. No final, agastado, Lorenzo explicou que nunca tinha conseguido usar mais de 80% do acelerador… e queixou-se ainda de problemas com pos pneus. Pois! O quarto e o quinto lugares ficaram de posse dos homens da Suzuki, com Alerix Espargaró a bater Maverick Viñales. Nas Moto2, ganhou Sam Lowes, batendo Jonas Folger e Alex Rins e dilatando assim a sua vantagem no campeonato, numa prova que foi a melhor até agora de Miguel Oliveira, que rodava em 6º lugar no momento em que não evitou mais uma queda. Finalmente, nas Moto3 quem subiu ao lugar mais alto do pódio foi Brad Binder, na frente de Nicolo Bulega e Francesco Bagnaia. O melhor “herói local” foi Jorge Navarro, em 4º.

CLASSIFICAÇÕES

MotoGP – MotoGP

Moto 2 – Moto 2

Moto 3 – Moto 3

HR

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s