Dacia Lodgy 1.5 dCi 110 Stepway

Um certo prisma

Dacia Lodgy 1.5 dCi 110 Stepway

Dacia Lodgy 1.5 dCi 110 Stepway (Fotos: Pinhal de Serra d’El Rei)

Para se comprar um Dacia, é preciso olhar as coisas por um certo prisma. Em primeiro lugar, que outro monovolume com capacidade para sete passageiros e um motor turbo-Diesel com mais de 100 cv existe a menos de 20 mil euros? E que exiba um nível de equipamento digno de um registo de segmento superior? Claro, a sua imagem pode não ser a mais elegante; e a qualidade a mais refinada… a olho nu. Mas, e isso garantimos nós, porque viajámos nele algumas centenas de quilómetros, tem qualidade mais que suficiente; tem equipamento muito acima da média e acima do preço final; tem uma mecânica comprovada, fiável e decidida; e, enfim, a sua imagem pode não agradar a todos os troianos (não falemos dos gregos..), mas a marca percebeu isso e tratou de lhe dar uns pozinhos de perlimpimpim. Senhoras e senhores, eis o Dacia Lodgy Stepway.

O Dacia Lodgy Stepway é uma boa surpresa nos estradões

O Dacia Lodgy Stepway é uma boa surpresa nos estradões

Se quiser saber da bondade deste produto da Dacia, vai ter que se ligar… ao link https://autoandrive.com/2013/02/19/dacia-lodgy-1-5-dci-110-prestige-7-lug/. Nele, encontrará tudo o que quer saber sobre aquele que é o mais barato monovolume de sete lugares do mercado – fruto de um extensivo ensaio levado a cabo, nessa altura, pelo AutoanDRIVE. Aqui, apenas irá ler sobre aquilo que tem que saber sobre a versão Stepway do Lodgy.

Uma questão de imagem

A imagem Stepway começa no difusor dianteiro cinzento...

A imagem Stepway começa no difusor dianteiro cinzento…

Na verdade, para se desejar ter um Dacia Lodgy, é preciso olhá-lo sobre um certo prisma. Já explicámos isso na entrada deste texto. O mesmo, de certa forma, é válido para o Lodgy Stepway – só que, neste caso, tudo não passa de uma questão de imagem.

... passa pelas proteções lateriais e pelo lettering Stepway...

… passa pelas proteções lateriais e pelo lettering Stepway…

Esta não é a primeira vez que a Dacia introduz a designação Stepway na sua gama. Já antes o tinha feito com o Sandero – e o resultado foi uma surpresa, pois a procura do modelo subiu exponencialmente. Aqui, provavelmente, poderá suceder o mesmo – já que o Lodgy Stepway apresenta argumentos semelhantes ao do seu irmão menor. Estéticos, é bom que se precisem esses argumentos.

... e termina noutro difusor cinzento, mas atrás

… e termina noutro difusor cinzento, mas atrás

Vamos lá então elencá-los. Primeiro, por fora – aquilo que os olhos desde logo veem. Ostentando a nova e exclusiva cor Azul Azurite, esta unidade do Lodgy Stepway era o espelho mais autêntico daquilo que a Dacia quer que o modelo, assim vestido, quer que seja: destacável. E é-o: desde logo, com a assinatura Stepway nas portas dianteiras, mas os que, mais distraídos, ainda não tivessem dado pelo resto. E o resto é, tão-somente e apenas, as proteções inferiores dianteiras e traseiras, em cinza-alumínio – que, segundo a Dacia, até permitem alguma segurança em possíveis incursões fora de estrada. Mas, de facto, só se estas forem em estradões rolantes, pois a altura ao solo não foi subida e, além disso, o grande comprimento do Lodgy (4.521 mm, distância entre eixos de 3 metros) leva a um ângulo ventral demasiado baixo, incapaz de solucionar problemas que surjam fora do asfalto.

A cosmética passa ainda pelos espelhos cinza e pelos faróis de nevoeiro cercados

A cosmética passa ainda pelos espelhos cinza e faróis de nevoeiro cercados

Ainda por fora, destaquem-se ainda outros adereços meramente cosméticos, como as proteções laterais em plástico negro, as barras do tejadilho e os espelhos retrovisores em cinzento, os faróis de nevoeiro com moldura e as jantes específicas em liga leve de 16”. No interior, o carácter Stepway transmite-se pelos bancos específicos, mais envolventes e por inserções (em azul metal, neste modelo) em vários locais, como nos manómetros, volante e consola central.

O interior mantém as mesmas qualidades mas agora com inserções em azul

O interior mantém as mesmas qualidades mas agora com inserções em azul

No resto, o interior deste Dacia é precisamente semelhante ao Dacia “de Lineu”. Ou seja, espaçoso, com qualidade percetível q.b. (revestimentos algo duros, mas agradáveis ao tato e sem folgas na montagem) e uma ergonomia onde falham algumas coisas, como a forma pouco prática de regular as costas dos bancos dianteiros ou a posição da alavanca da caixa (manual, de seis velocidades, tipicamente… Renault no engreno e na agilidade, ou seja, sem grandes reparos).

O motor 1.5 dCi de 110 cv mostra-se ágil e agradável

O motor 1.5 dCi de 110 cv mostra-se ágil e agradável

Falando um pouco no comportamento em estrada, o Dacia Lodgy Stepway, usufruindo do bloco 1.5 dCi na sua declinação de 110 cv, revela-se além de competente, sendo mesmo ágil nas recuperações, embora o motor se revele algo ruidoso quando ainda frio. Com uma direção algo imprecisa e pouco informativa em velocidades mais elevadas ou em pisos degradados, com uma certa tendência em fugir de frente, tudo isto se atenua nos estradões, onde o Lodgy Stepway é uma surpresa agradável… e divertida! Pode ousar, que não vai ficar mal!

A distância entre eixos define um ângulo ventral muito baixo

A distância entre eixos define um ângulo ventral muito baixo

Do equipamento de série, bastante completo, retemos nesta edição mais especial a inclusão do sistema Media Nav integrado na consola central, um sistema multimédia com ecrã táctil de 7”, incluindo navegação, rádio, conectividades várias e telefone sem fios Bluetooth. A segurança, reforçada, está a cargo não apenas do sistema ABS Continental Mark 100, com repartidor eletrónico de travagem (EBV) e assistência à travagem e emergência (EBA), bem como do controlo eletrónico de trajetória (EDC). Uma câmara auxilia no estacionamento traseiro, juntando-se aos sensores tradicionais. E tudo isto, imagine, por menos de 20 mil euros…

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

O equipamento de série é bastante completo

O equipamento de série é bastante completo

Motor: Diant., transv., 4 cil., 1 árvore de cames à cabeça, 2 v. p./cilindro, 8 v., 1461 cc, turbo-Diesel de geometria variável c./”intercooler”, inj.directa ”common rail”; Potência (cv/rpm): 107/4.000; Binário Máx. (Nm/rpm): 240/1.750; Vel. Máx. (km/h): 177; Acel. 0-100 km/h (s): 11,2; Consumos (l/100 km): 4,0; Consumos AutoanDRIVE (l/100 km): 5,6; Emissões CO2 (g/km): 105; Preço (euros): 19.605

O Dacia Lodgy 1.5 dCi 110 Stepway custa menos de 20 mil euros

O Dacia Lodgy 1.5 dCi 110 Stepway custa menos de 20 mil euros

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos e Divulgação (Interior)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s