Morreu Jules Bianchi

Piloto da Marussia tinha 25 anos

Jules Bianchi não resistiu aos ferimentos sofridos em Suzuka há nove meses

Jules Bianchi não resistiu aos ferimentos sofridos em Suzuka há nove meses

Morreu Jules Bianchi. Nove meses depois do acidente durante o GP do Japão de F1, em que embateu com violência numa máquina que, numa escapatória, retirava o Sauber de Adrian Sutil, que se tinha despistado no local minutos antes, o piloto francês da Marussia não resistiu ao trauma axonal difuso, a pior das lesões cerebrais, que o mantiveram em coma priofundo desde antão. Bianchi, que tinha 25 anos – iria fazer 26 a 3 de Agosto – realizou 34 GP de F1, em 2013 e 2014, tendo conquistado os seus primeiros (e únicos, tal como da Marussia) pontos no GP do Mónaco, no ano passado, em quer foi 8º classificado. Foi o 25º piloto a perder a vida num acidente ao volante de um monolugar de F1 desde 1950 – e o primeiro desde Ayrton Senna, que faleceu em Imola, a 1 de Maio de 1994.

Foi a família de Jules Bianchi que, ao final da noite de sexta-feira, anunciou o passamento do filho. Na íntegra e sem mais comentários, eis o comunicado oficial:

“É com uma profunda tristeza que os pais de Jules Bianchi, Philippe e Christine, o seu irmão Tom e a sua irmã Melanie, fazem saber que Jules faleceu na última noite, no Centro Hospitalar Universitário (CHU) de Nice (França) onde foi admitido [a 19 de Novembro] na sequência do seu acidente de 5 de Outubro de 2014, na pista de Suzuka, durante o GP do Japão de F1.

O Jules lutou com todas as suas forças até ao fim, como sempre fez, mas hoje a sua luta chegou ao fim. A dor que sentimos é imensa e indescritível. Queremos agradecer a toda a equipa médica do CHU de Nice que olharam por ele com carinho e dedicação. Queremos igualmente agradecer à equipa médica do General Hospital Centre, na cidade de Mie, onde o Jules foi admitido logo a seguir ao seu acidente, assim como a todos os médicos que estiveram envolvidos no seu tratamento nos últimos meses.

Além disso, queremos também agradecer aos colegas do Jules, aos seus amigos, fãs e a toda a gente que demonstrou a sua afeição oor ele nos últimos meses, que nos deram uma força imensa e nos ajudaram a lidar com estes tempos difíceis. Olhando e lendo todas as mensagens que nos fizeram chegar, percebemos o quanto o Jules tocou nos corações e nos pensamentos de tanta gente ao longo do mundo.

Queremos agora pedir que a nossa privacidade seja respeitada durante estes tempos difíceis, enquanto tentamos lidar com a perda do Jules.”

HR

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s