Nico Rosberg quebrou malapata em Barcelona

Vitória tranquila no GP de Espanha

Nico Rosberg venceu em Espanha a sua primeira prova deste ano

Nico Rosberg venceu em Espanha a sua primeira prova deste ano

Após quatro triunfos sem contestação de Lewis Hamilton, finalmente o “outro” piloto da Mercedes, Nico Rosberg, logrou subir ao lugar mais alto de um pódio este ano. Sucedeu no Circuit de Catalunya, em Barcelona, palco da quinta jornada do Campeonato do Mundo de F1 – e a primeira europeia. Autor da “pole”, Rosberg realizou uma corrida imaculada, sendo o mais eficaz no arranque e, até ao fim, nunca largando o comando. Atrás de si ficou Hamilton, que só não foi sempre o segundo ao longo do fim-de-semana, porque foi surpreendido por Sebastian Vettel na largada e perdeu uma posição. No final, as posições foram ao contrário, com o alemão do Ferrari no lugar mais baixo. Numa prova em que apenas desistiram dois pilotos – Fernando Alonso, depois de uma falha arrepiante de travões na zona de boxes e Pastor Maldonado, que viu o “aileron” do seu Lotus ser-lhe arrancado por Romain Grosjean, seu colega de equipa – as coisas foram sempre tranquilas, tão tranquilas quanto o triunfo de Rosberg. Em quarto ficou Valtteri Bottas, que nas últimas voltas ainda sofreu alguma pressão de Kimi Raikkonen. Felipe Massa foi sexto e o último a não ser dobrado por ninguém. Daniel Ricicardo (7º), Romain Grosjean (8º), Carlos Sainz (9º) e Daniil Kvyat (10º) encerraram os lugares com direito a pontos.

CLASSIFICAÇÕES

Sebastian Vettel voltou a ser o melhor dos outros com um 3º lugar

Sebastian Vettel voltou a ser o melhor dos outros com um 3º lugar

Corrida: 1º Nico Rosberg (Mercedes), 66 voltas em 1h41m12,55s; 2º Lewis Hamilton (Mercedes), a 17,5s; 3º Sebastian Vettel (Ferrari), a 45,3s; 4º Valtteri Bottas (Williams/Mercedes), a 59,2s; 5º Kimi Raikkonen (Ferrari), a 1m00,0s; 6º Felipe Massa (Williams/Mercedes), a 1m21,3s; 7º Daniel Ricciardo (Red Bull/Renault), a 1 v.; 8º Romain Grosjean (Lotus/Mercedes), a 1 v.; 9º Carlos Sainz (Toro Rosso/Renault), a 1 v.; 10º Daniil Kvyat (Red Bull/Renault), a 1 v.; 11º Max Verstappen (Toro Rosso/Renault), a 1 v.; 12º Felipe Nasr (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 13º Sérgio Pérez (Force India/Mercedes), a 1 v.; 14º Marcus Ericsson (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 15º Nico Hulkenberg (Force India/Mercedes), a 1 v.; 16º Jenson Button (McLaren/Honda), a 1 v.; 17º Will Stevens (Manor/Ferrari), a 3 v.; 18º Roberto Merhi (Manor/Ferrari), a 4 v.

CAMPEONATOS

Pilotos: 1º Hamilton, 111 pontos; 2º Rosberg, 91; 3º Vettel, 80; 4º Raikkonen, 52; 5º Bottas, 42; 6º Massa, 39; 7º Ricciardo, 25; 8º Grosjean, 16; 9º Nasr, 14; 10º Sainz, 8; 11º Hulkenberg, 6; 12º Verstappen, 6; 13º Kvyat, 5; 14º Pérez, 5; 15º Ericsson, 5

Construtores: 1º Mercedes, 202 pontos; 2º Ferrari, 132; 3º Williams/Mercedes, 81; 4º Red Bull/Renault, 30; 5º Sauber/Ferrari, 19; 6º Lotus/Mercedes, 16; 7º Toro Rosso/Renault, 14; 8º Force India/Mercedes, 11.

Próxima prova: GP do Mónaco (21 a 24 de Maio)

O sorriso amarelo de Hamilton reflete bem o seu 2º lugar

O sorriso amarelo de Hamilton reflete bem o seu 2º lugar

HR

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s