Dario Franchitti ainda tem problemas de memória

Escocês recorda acidente que acabou com a carreira em 2013

Dario Franchitti confessa que ainda hoje tem problemas de memória por causa do seu acidente

Franchitti confessa que ainda hoje tem problemas por causa do seu acidente

Dario Franchitti falou pela primeira vez do seu acidente que, em Novembro de 2013, no GP de Houston, o obrigou a colocar um ponto final numa carreira de sucesso na IndyCar. Aos 41 anos, o escocês confessa sentir ainda hoje problemas de memória e que se esquece de palavras e das caras de pessoas conhecidas.

Dario Franchitti, que venceu por quatro vezes o campeonato IndyCar (2007, 2010, 2011 e 2012) e por três as Indy 500 (2007, 2010 e 2012), além de ter conquistado 21 vitórias em 151 corridas – mais dez, em 114 provas de ChampCar – fraturou duas vértebras e um tornozelo no acidente, além de ter sofrido uma forte concussão cerebral. O acidente ocorreu durante o GP de Houston, na segunda corrida da penúltima jornada da temporada, depois de um choque com Takuma Sato, na última volta, que lançou o seu Dallara/Honda contra as redes de segurança, provocando ainda ferimentos em 13 espectadores. Em consequência, Franchitti, então com 40 anos e recém-separado da atriz Ashley Judd, viu-se obrigado a encerrar prematuramente a carreira. Numa entrevista recente à BBC, o ex-piloto, que hoje vive em Bathgate, na sua Escócia natal, revelou:

“Se fico cansado, perco toda a concentração. A minha memória está fraca, esqueço-me de palavras. Outro dos efeitos é esquecer-me das caras de pessoas que conheço. Não de grandes amigos, mas muitas vezes percebo que estou a falar com pessoas que não me lembro quem são e já passei por situações embaraçosas. Isto não é bom, mas é muito melhor que a alternativa – eu podia ter morrido ali!” Franchitti continua a não se recordar de nada do acidente: “Nada! Perdi umas cinco semanas de memórias com o acidente!”

O apoio de Ashley Judd

Na entrevista, Dario Franchitti falou também do apoio que recebeu de Ashley Judd, de quem se tinha divorciado meses antes, após um matrimónio de 12 anos: “Seguimos caminhos diferentes, mas ficámos amigos próximos,” confessa. Franchitti, que tem hoje uma nova companheira, recorda: “A Ashley foi maravilhosa, um apoio fantástico. Na verdade, sempre que tive grandes acidentes, ela foi fantástica.” Após o acidente de Houston, “apesar de já estarmos separados, quando acordei, na manhã seguinte, lá estava ela no quarto, com os cães: ‘Ok, cá estamos nós outra vez!’”

Franchitti, que viveu com Ashley Judd desde 2001, confessa que nunca se sentiu “confortável” com a fama que Hollywood lhe trouxe: “Vivíamos em Nashville, numa quinta e eu ficava longe de Hollywood sempre que podia. Era um lugar incrível, mas eu sentia saudades da Escócia. Sentia saudades desde que saí de lá, em 1999.” Agora, já não sente mais essas saudades, pois mudou-se para a sua Escócia natal após o acidente: “Sinto-me muito feliz com a vida que tenho hoje. Encontrei uma mulher maravilhosa e estou realmente a adorar.”

HR

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s