Sebastian Vettel venceu GP da Malásia de F1

Ferrari bateu Mercedes na pista

Sebastian Vettel festeja na M;alásia a sua primeira vitória com a Ferrari

Sebastian Vettel festeja na M;alásia a sua primeira vitória com a Ferrari

Sebastian Vettel já não vencia um GP de F1 desde o GP do Brasil de 2013. A Ferrari já não vencia um GP de F1 desde o GP de Espanha de 2013. Juntos, venceram agora – o GP da Malásia, a segunda prova do Campeonato do Mundo de F1 deste ano. A segunda prova de uma parceria conjunta, válida para pelo menos esta temporada. E a segunda prova que Vettel realizou sem ser dentro do espectro da Red Bull. Enfim, esta foi a 40ª vitória de Vettel na F1.

O GP da Malásia foi, aliás, uma prova diferente: o domínio dos dois Mercedes foi batido, em corrida pura – e espera-se que sem ser pontualmente… – por uma Ferrari capaz de uma maior gestão dos seus pneus, com o tetra-campeão do Mundo a liderar quase desde o arranque, mantendo-se depois em pista quando todos os outros foram às boxes, durante a presença do “safety car” em pista, por causa do despiste de Marcus Ericsson. Depois, soube resistir a Hamilton, que nunca baixou os braços em sua perseguição, uma luta vista mais ou menos à distância por Nico Rosberg, que tiveram a magra consolação de ocuparem os dois outros lugares do pódio. Apesar de tudo, uma boa operação em termos de pontos para o líder do campeonato, Hamilton.

Raikkonen recuperou de um toque de Nasr para terminar em 4º

Raikkonen recuperou de um toque de Nasr para terminar em 4º

Os dois Mercedes ficaram na frente do outro Ferrari, o de Kimi Raikkonen, autor de uma grande corrida, em que recuperou de alguns percalços iniciais, que incluíram um toque com Felipe Nasr, que acabou em 12º com o Sauber.

A luta entre os dois Williams terminou com a "vitória" de Bottas, na foto ainda atrás de Massa

A luta entre os dois Williams terminou com a “vitória” de Bottas, na foto ainda atrás de Massa

A prova malaia viu também Valtteri Bottas bater no “braço”, após um duro mas leal duelo, o seu colega de equipa na Williams, Felipe Massa, terminando em 5º e 6º, respetivamente. E os dois Toro Rosso serem mais fortes que os dois Red Bull, com Max Verstappen, em 6º, a fazer de novo história, ao tornar-se o mais jovem piloto de sempre a pontuar na F1. E, ainda, Daniil Kvyat, em 9º, a bater o colega de equipa, Daniel Ricciardo, que encerrou o “top ten”.

Ricciardo foi batido por Kvyat e encerrou o "top ten"

Ricciardo foi batido por Kvyat e encerrou o “top ten”

Pior sorte tiveram os dois McLaren, que ficaram pelo caminho, com os habituais problemas mecânicos – com Fernando Alonso, de regresso após o seu acidente em testes, a ser o primeiro a entrar nas boxes. E Will Stevens, que nem sequer arrancou, embora a Manor tenha gozado a alegria de ver chegar ao fim o outro carro, pilotado pelo estreante Roberto Merhi, que foi 15º e último, a três voltas de Vettel.

CLASSIFICAÇÕES

A liderança de Lewis Hamilton durou apenas a primeira volta

A liderança de Lewis Hamilton durou apenas a primeira volta

Corrida: Sebastian Vettel (Ferrari SF15-T), 56 voltas em 1h 41m05,793s; Lewis Hamilton (Mercedes WM06), a 8,569s; Nico Rosberg (Mercedes WM06), a 12,310s; Kimi Raikkonen (Ferrari SF15-T), a 53,822s; Valtteri Bottas (Williams FW37/Mercedes), a 1m10,409s; Felipe Massa (Williams FW37/Mercedes), a 1m13,586s; Max Verstappen (Toro Rosso STR10/Renault), a 1m39,085s; Carlos Sainz (Toro Rosso STR10/Renault), a 1 v.; Daniil Kvyat (Red Bull RB11/Renault), a 1 v.; 10º Daniel Ricciardo (Red Bull RB11/Renault), a 1 v.; 11º Romain Grosjean (Lotus E23/Mercedes), a 1 v.; 12º Felipe Nasr (Sauber C34/Ferrari), a 1 v.; 13º Sérgio Pérez (Force India VJM08/Mercedes), a 1 v.; 14º Nico Hulkenberg (Force India VJM08/Mercedes), a 1 v.; 15º Roberto Merhi (Marussia), a 3 v.

CAMPEONATOS

Alonso na frente de Button: nenhum chegou ao fim da corrida

Alonso na frente de Button: nenhum chegou ao fim da corrida

Pilotos: Hamilton, 43 pontos; Vettel, 40; Rosberg, 33; Massa, 20; Raikkonen, 12; Nasr, 10; Bottas, 10; Ricciardo, 9; Hulkenberg, 6; 10º Verstappen, 6; 11º Sainz, 6; 12º Ericsson, 4; 13º Kvyat, 2; 14º Pérez, 1.

Max Verstappen tornou-se o mais jovem piloto de sempre a pontuar na F1 aos 17 anos

Max Verstappen tornou-se o mais jovem piloto de sempre a pontuar na F1

Construtores: Mercedes, 76 pontos; Ferrari, 52; Williams/Mercedes, 30; Sauber/Ferrari, 14; Toro Rosso/Renault, 12; Red Bull/Renault, 11; Force India/Mercedes, 7

Próxima prova: GP da China (10 a 12 de Abril)

Roberto Merhi estreou-se na F1 com um 15º ao volante do Manor

Roberto Merhi estreou-se na F1 com um 15º ao volante do Manor

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s