Citroën DS5 1.6 BlueHDi 120 SoChic/Citroën DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic Aut.

Uma espécie de canto do cisne

A derradeira fase do DS5 enquanto Citroën foi a adoção dos motores BlueHDI

A derradeira fase do DS5 enquanto Citroën foi a adoção dos motores BlueHDI

Adeus Citroën. Olá DS. Vai ser assim a partir de agora. Mas, antes disso, a Citroën ofereceu ao topo da linha DS, o ‘5’, os novos motores BlueHDi. Manteve-se o luxo, o requinte, o equipamento premium e a imagem ousada e diferente de tudo. Ganhou-se em economia, agradabilidade dinâmica e eficiência energética. Ensaiámos as versões 1.6 com 120 cv e 2.0 com 180. Uma espécie de canto do cisne.

OK: a marca DS foi fundada em 1 de Junho de 2014, mas apenas deverá ser lançada oficialmente no mercado enquanto tal dentro de alguns meses, com o novo DS 5 (assim mesmo, as letras DS, espaço, e o número 5, em vez de DS5 tudo pegado; parece estranho, mas é assim é que será a partir de então correto). Nessa altura, diz-se adeus ao Citroën DS5, que figurou como um dos últimos paradigmas do luxo e do requinte, entre outras formas de diferenciação, que têm pautado a marca criada por André Citroën.

O Citroën DS5 mantém os mesmos argumentos originais de requinte e sedução

O Citroën DS5 mantém os mesmos argumentos originais de requinte e sedução

A última lufada de ar fresco – comos e isso fosse preciso! – do DS5 foi a associação às mais recentes tecnologias de motores amigos do ambiente do grupo automóvel gaulês, designadas BlueHDi – e que utilizam, por exemplo, uma linha de escape com um catalisador de oxidação, um injetor de AdBlue (solução aquosa de ureia) para uma redução seletiva de óxidos de azoto a gases inertes e um filtro que elimina quase todas as partículas do gasóleo, para atingirem valores poluentes quase tão baixos como se se tratasse de um híbrido. E é exatamente sobre isso que iremos falar a seguir – pois tudo o resto que queira saber sobre o DS5 já foi dito em https://autoandrive.com/2012/08/02/citroen-ds5-2-0-hdi-hybrid4-airdream-cmp6-sport-chic/ e, daí até agora, pouco ou quase nada mudou, mantendo-se intactas as caraterísticas premium e de requinte que sempre o definiram.

Menino “pobre”

O DS5 com motor 1.6 de 120 cv é uma boa opção para quem quer bastante por menos

O DS5 1.6 Blue HDI 120 cv é uma boa opção para quem quer bastante por menos

Comecemos pela versão equipada com o motor 1.6 BlueHDi de 120 cv, que agora funciona como a entrada de gama Diesel. Está associado a uma caixa manual de seis velocidades, já existente noutros modelos da marca e que não merece qualquer tipo de reparo, exceto alguma “hesitação” na passagem de 4ª para 3ª. Os seus 120 cv são bem aproveitados pelo escalonamento voltado para o conforto e a economia das ditas relações da caixa, mas perdem algum fulgor quando se quer andar mais rápido.

Este DS5 está bem equipado e tem consumos bastante frugais

Este DS5 está bem equipado e tem consumos bastante frugais

Nada de mais, porém, pois as restantes caraterísticas do DS5 mantém-se intocáveis. Ou sejam, o enorme conforto a bordo, o espaço de referência, a qualidade dos materiais, o requinte bem percetível, o silêncio de rolamento e a eficácia dinâmica, criada pelas suspensões com dois modos de utilização, mas em que o privilégio vai para o conforto. Que, verdade seja dita, é enorme. O DS5 funciona com um navio almirante… mas nunca em mar alto, antes aveludado por demais. E isso acaba por se refletir também nos consumos, que se ficam pelos 5,7 l/100 km.

O DS5 1.6 BlueHDi 120 SoChic tem um preço de 37.417 euros

O DS5 1.6 BlueHDi 120 SoChic tem um preço de 37.437 euros

Nivelado “SoChic”, o intermédio, esta unidade tinha um equipamento bastante completo, onde se destacavam: faróis com LED, volante e alavanca de velocidades em cabedal, sensores de chuva e de luminosidade, ar condicionado automático bizona, rádio/CD com conexões USB, MP3 e Bluetooth, teto panorâmico, arranque sem chave, ajuda ao estacionamento traseiro, travão de estacionamento elétrico, estofos em tecido e cabedal ou detetor de pneu vazio. Um pack de opcionais enriquecia a versão, integrando sistema de navegação, sensores de estacionamento traseiro e frontal com câmara de marcha-atrás, retrovisores rebatíveis eletricamente e jantes em liga leve de 17”. O seu preço base é de menos de 37.500 euros, um valor bastante em conta pois, com ele, ficamos orgulhosos donos de um dos mais carismáticos e bonitos automóveis da nossa praça. Além disso, um automóvel cheio de requinte e de carácter. Pode ser, porém, definido como o “menino pobre” – não se ofenda, já vai perceber porquê.

Menino “rico”…

O DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic com caixa automática está no topo da gama

O DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic com caixa automática está no topo da gama

Logo a seguir, saímos de num para entrar noutro – e no polo oposto, o topo de gama, o DS5 2.0 BlueHDi de 180 cv e caixa automática de seis velocidades. Aqui, o motor 2.0 BlueHDi de 180 cv está ligado à caixa automática de seis velocidades – que é rápida e suave, embora, para as ultrapassagens ou manobras mais assertivas, se aconselhe a sua utilização no modo manual e “Sport”, ficando mais rápida e eficaz. Curiosamente, apesar de mais potência, mais fulgor e mais desportividade, os consumos são quase iguais aos do motor 1.6 de 120 cv – acusamos 5,8 l/100 km, somente mais 0,1 litro do que com aquele. E com uma utilização muito mais vigorosa e animada! Porém, se optarmos por um ritmo mesmo desportivo – e é possível praticá-lo com o DS5, apesar da sua grande volumetria de (elegantes) formas e sem desprimor para o conforto, que se mantém sempre em alto nível- os valores disparam para perto dos 7 l/100 kms.

Neste DS5 o requinte e a qualidade são ainda mais evidentes

Neste DS5 o requinte e a qualidade são ainda mais evidentes

Neste DS5 a qualidade é ainda mais refinada, com pormenores de decoração interior de acentuado bom gosto, como inserções metálicas dispersas de forma criteriosa pelo habitáculo e estofos em couro aquecidos. Também, o nível de equipamento é o de topo, designado SportChic e inclui itens verdadeiramente premium, como sistema de luzes de cruzamento automático; bancos dianteiros com regulações elétricas; sistema de navegação; decorações interiores em Métal; ou faróis com lâmpadas de Xénon e luzes diurnas em LED (na frente e atrás). Tem também câmara de marcha-atrás e as jantes em liga leve são agora de 18”.

O DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic CVA6 custa 49.176 euros

O DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic CVA6 custa 49.176 euros

O maior óbice está no preço, pois é superior em quase 12 mil euros ao anterior e não é fácil perceber onde está o que pode justificar a diferença. Verdadeiro “menino rico” da gama, este DS5 custa mais de 49 mil euros, deixando “envergonhado” o seu irmão mais “pobre” – embora, também aqui, dificilmente se perceba porquê… Ambos são requintados, ambos têm personalidade semelhante e, na verdade, a diferença principal entre ambos está, mais que no

O equipamento é muito completo e verdadeiramente premium

O equipamento é muito completo e verdadeiramente premium

equipamento a bordo ou no coração mecânico, no “target” que querem atingir: o 1.6 BlueHDI uma franja menos abonada (ou mais cautelosa…) do “eleitorado”, que não abdica, apesar de tudo, de um bom gosto evidente; o 2.0 BlueHDi vai ao encontro de quem pode ser mais refinado e exigente, em termos de mordomias a bordo e quer viajar a ritmos mais vivos, sem nunca abdicar do conforto (quase) total. Mas, ao cabo e ao resto, a diferença, num DS5, está no conceito e no espírito. Tudo o mais, são “peanuts” – mas que ricos “peanuts”!

CARATERÍSTICAS TÉCNICAS

Citroën DS5 1.6 BlueHDi 120 SoChic

Citroën DS5 1.6 BlueHDi 120 SoChic (Fotos: Estrada do Guincho)

Citroën DS5 1.6 BlueHDi 120 SoChic (Fotos: Estrada do Guincho)

Motor: Diant. transv., quatro cilindros em linha, 2 válvulas p./cilindro, 1 árvore de cames à cabeça, 8 válvulas, 1.560 cc, turbo-Diesel de geometria variável, inj.direta c./“common rail”, “intercooler” e filtro de partículas; Potência (cv/rpm): 120/3.500; Binário Máx. (Nm/rpm): 300/1.750; Vel. Máx. (km/h): 191; Acel. 0-100 km/h (s): 11,7Consumos (l/100 km): 4,0; Consumos AutoanDRIVE: (l/100 km): 5,7; Emissões CO2 (g/km): 104; Preço (euros): 37.437

Citroën DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic Aut.

Citroën DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic Aut. (Fotos: Barragem de Albufeira e Convento da Orada, Monsaraz)

Citroën DS5 2.0 BlueHDi 180 SportChic Aut. (Fotos: Barragem de Albufeira e Convento da Orada, Monsaraz)

Motor: Diant. transv., quatro cilindros em linha, 4 válvulas p./cilindro, 2 árvores de cames à cabeça, 16 válvulas, 1.997 cc, turbo-Diesel de geometria variável, inj.direta c./“common rail”, “intercooler” e filtro de partículas; Potência (cv/rpm): 181/3.750; Binário Máx. (Nm/rpm): 400/2.000; Vel. Máx. (km/h): 220; Acel. 0-100 km/h (s): 9,2Consumos (l/100 km): 4,4; Consumos AutoanDRIVE: (l/100 km): 5,8; Emissões CO2 (g/km): 114; Preço (euros): 49.176

O DS5 2.0 HDi de 180 cv custa mais quase 12 mil euros que o DS5 de 120 cv

O DS5 2.0 HDi de 180 cv custa mais quase 12 mil euros que o DS5 de 120 cv

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s