Tribunal dá razão a Giedo van der Garde

Sauber “tem” que colocar holandês a correr… mas apelou

Giedo van der Garde ganhou processo contra a Sauber... mas vai continuar apeado

Van der Garde ganhou processo contra a Sauber… mas vai continuar apeado

O Supremo Tribunal de Victoria, na Austrália, deu razão a Giedo van der Garde, na ação que interpôs contra a Sauber, alegando que o seu contrato com a equipa suíça termina no final este ano e não em 2014 e que a Sauber promoveu um despedimento ilegal quando decidiu não o manter para esta temporada. Por isso, a equipa suíça, mostrando-se “desapontada com a decisão” que a obrigava a colocar Van der Garde na grelha de partida para o GP da Austrália, cujos treinos livre se iniciam já sexta-feira, decidiu apelar da decisão, baseando-o em “razões de segurança” e com um porta-voz a referir que “é preciso tempo para percebermos o que se passou e o que isso significa, bem como o impacto que isso terá no início da nossa temporada.” Para já, quem deverá estar ao volante dos C34/Ferrari em Melbourne deverão ser Marcus Ericsson e Felipe Nasr, que a Sauber tinha já contratado, apesar de já então Van der Garde garantir que, no acordo que tinha com a equipa, esta se tinha comprometido a colocá-lo a correr a tempo inteiro, este ano. O holandês participou, em 2014, nas sessões de treinos livres, na sexta-feira dos GP do Bahrein, China, Espanha, Grã-Bretanha, Alemanha, Bélgica e Itália.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s