Michal Hernik (30/01/1975 – 06/01/2015)

Polaco morreu na 3ª etapa

Michal Hernik (30/01/1975 - 06/01/2015)

Michal Hernik (30/01/1975 – 06/01/2015)

O Dakar voltou a cobrar mais uma vida: ao terceiro dia, o piloto polaco Michal Hernik foi encontrado, sem vida, ao lado da sua moto e com o capacete tirado, seguro numa das mãos, ao quilómetro 206 da etapa, perto de Cuesta del Miranda, província de La Rioja. O seu ciorpo foi avistado por um helicóptero que seguia a prova, a cerca de 300 metros da pista principal. Não havia vestígios de acidente ou de queda, nem ferimentos visíveis, pelo que as causas imediatas da sua morte não puderem ser definidas. Hernik tinha 39 anos (nasceu em Cracóvia, a 30 de Janeiro de 1975) e fazia a sua estreia na prova.

Com esta morte, sobem para 24 os pilotos que perderam a vida desde que a prova começou, em 19709 – mas, entre espetadores, jornalistas, mecânicos, o número é muito maior, incluindo-se nele o próprio fundador do Dakar, Thierry Sabine, que morreu quando o helicóptero em que seguia se despenhou, em 1986.

Desde que o Dakar se deslocou para a América do Sul, a morte de Hernik é a quinta – e todas elas de ‘motards’. Em 2009, morreu o francês Pascal Terry; em 2012, o argentino Jorge Martínez Boero; em 2013, outro franês, Thomas Bourgin, nesse ano o ‘benjamim’ da caravana; finalmente, no ano passado perdeu a vida o belga Eric Palante. Apenas em 2010 e 2011 não houve vítimas.

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s