BMW 418d Gran Coupé Line Modern

A entrada para um prato “gourmet”

BMW 418d Gran Coupé Line Modern (Fotos: Nau dos Corvos, Cabo Carvoeiro)

BMW 418d Gran Coupé Line Modern (Fotos: Nau dos Corvos, Cabo Carvoeiro)

Há marcas assim: capazes de inovar, construir identidades diferentes, assinaturas de luz e de traço arrojadas. Sempre, sem perder a compostura atlética, o conforto de atitude e o pisar desportivo. A BMW é uma delas: um dos exemplos mais recentes dessa coragem estética está no Série 4 Gran Coupé. Sendo a BMW autora por excelência de uma autêntica cozinha “gourmet”, por definição este mais não é que uma forma ainda mais elegante de degustar uma certa vida. O AutoanDRIVE andou à boleia de uma das entradas deste prato de autor: o 418d.

A BMW escolheu uma frase que diz tudo sobre o Série 4 Gran Coupé: “A elegância superou-se”. E é bem verdade! A versão de quatro portas do Série 4 Coupé reflete algo mais do que meros 12 mm extra de altura e uma maior capacidade da bagageira (480 litros – que se estendem aos 1.300 com os bancos traseiros rebatidos). Reflete, isso sim e logo ao primeiro olhar, uma personalidade própria – apesar dos mesmíssimos 4.638 mm de comprimento, 1.825 de largura e 2.810 de distância entre eixos que o seu falso “gémeo”. A diferenciá-los está, ainda, uma linha de tejadilho mais comprida 112 mm, o que significa, no interior, mais espaço em altura. Pormenores que, se numericamente parecem escassos, oferecem ao Gran Coupé uma elegância mais refinada e um caráter invulgar.

Comungar os genes

A frente do Série 4 Gran Coupé é igual á do Série 4 Coupé

A frente do Série 4 Gran Coupé é igual á do Série 4 Coupé

O Série 4 Coupé e o Gran Coupé não partilham apenas soluções estéticas, como a grande grelha em forma de duplo rim de dez raios verticais cromados, a entrada de ar proeminente no avental dianteiro ou os grupos óticos a fluírem para as cavas das rodas e com dupla assinatura redonda em LED. Com efeito, a plataforma em que ambos assentam é a mesma – particularidade que se estendem também ao Série 4 Cabrio, X4 e aos Série 3, incluindo o X3. Por isso, não é de estranhar que comunguem os mesmos genes dinâmicos, com um pisar ágil e desportivo, sabiamente controlado pelo condutor, que tem à sua disposição a suspensão de dureza variável (Comfort, Sport e Sport +). Além disso, existe de série o sistema Start&Stop que, caso se opte pelo modo de condução mais económico (EcoPro), permitem consumos muito perto dos 4,5 l/100 reivindicados pela marca (na verdade conseguimos 5,8 litros, mas raramente adotámos esta escolha mais radicalmente “verde”…).

O BMW 418d Gran Coupé é a entrada de gama nos motores Diesel

O BMW 418d Gran Coupé é a entrada de gama nos motores Diesel

O BMW 418d é a versão de entrada da gama, no que diz respeito aos motores Diesel e, com os seus 143 cv associados a uma caixa manual de seis velocidades, bem escalonadas e em que o critério escolhido foi uma boa junção entre o conforto de rolamento e um piscar d olhos mais desportivo, surge como uma excelente opção para se ter um BMW de “design” único, por um preço razoavelmente baixo – a partir dos 43.950 euros, com algumas benesses já incluídas, tais como os bancos em combinação de pele antracite e tecido preto; mecanismo de abertura da bagageira Smart Opener, com movimento do p sob o para-choques traseiro e portão (que é maior que na versão de três portas) de abertura elétrica; espelho interior anti-encandeamento; “Kit” mãos livres com “interface” USB; ou BMW Service Inclusive (garantia BMW) por cinco anos.

A grande diferença está na mais longa linha do tejadilho

A grande diferença está na mais longa linha do tejadilho

A versão ensaiada estava no nível Line Modern de equipamento (existem mais dois, um deles o desportivo M) e trazia alguns opcionais, que elevaram o preço final para os 54 mil euros. Por exemplo: volante desportivo em pele, preto (211 euros), forrado a pele Merino BMW Individual (78); pintura Azul Imperial metalizada brilhante (707); bancos dianteiros desportivos (463); sistema de navegação Business (1.341); forro do teto em antracite BMW Individual (203); ar condicionado automático (549); “cruise control” com função de travagem (268); ou os Serviços ConnectedDrive (294).

Os frisos cromados fazem parte do Pack Line Modern

Os frisos cromados fazem parte do Pack Line Modern

Enfim, o nível de equipamento era o Line Modern (1.598 euros) e o “pack” inclui jantes em liga leve de 18”; acabamentos dos frisos (em redor da superfície vidrada lateral – que, de série, é limpa deste pormenor, surgindo sem aro, numa caraterística de realce e bem identificativa do modelo) e dos farolins de nevoeiro dianteiros) em cromado brilhante e frisos interiores em pérola escuro.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

A elegância do Série 4 Gran Coupé é ainda mais refinada que no Coupé

A elegância do Série 4 Gran Coupé é ainda mais refinada que no Coupé

Motor: Diant. transv., 4 cil. em linha, 4 válvulas p./cilindro, 2 árvores de cames à cabeça, 16 v, 1.995 cc; turbo-Diesel, turbo de geometria variável e ”intercooler”, injeção direta “common rail”, admissão variável; Potência (cv/rpm): 143/4.000; Bináro Máx. (Nm/rpm): 320/1.750 – 2.500; Vel. Máx. (km/h): 213; Acel. 0-100 km/h (s): 9,2; Consumos (l/100 km): 4,5; Consumos AutoanDRIVE (l/100 km): 5,8; Emissões CO2 (g/km): 119; Preço (euros): 43.950 (unidade ensaiada: 54.387)

A unidade ensaiada tinha o preço final de

A unidade ensaiada tinha o preço final de 54.387 euros

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s