Marussia na bancarrota

A segunda equipa de F1 falida em quatro dias!

A última corrida da Marussia na F1 poderá ter sido no "seu" GP da Rússia

A última corrida da Marussia na F1 poderá ter sido no “seu” GP da Rússia

Esta fase final do Campeonato do Mundo de F1 está a ser realmente penoso e até coloca em questão a próxima temporada. Quatro dias depois de isso ter sucedido com a Caterham, agora foi a vez da Marussia ser declarada em bancarrota, passando a ter proteção administrativa, na tentativa de saldar as suas dívidas de vários milhões de euros. A decisão foi tomada depois do dono, o milionário russo Andrej Cheglakov, ter sido declarado incapaz de encontrar os fundos necessários para assegurar o futuro da equipa. Por isso, pelo menos nas próximas duas provas e, eventualmente, até ao final do ano, a Marussia vai estar ausente das grelhas de partida, que ficarão confinadas a apenas 18 carros. Uma nuvem que se adensa no horizonte imediato da F1, até porque receia-se que o mesmo possa suceder às equipas mais fracas do plantel, já hoje em dificuldades económicas, como a Lotus ou a Sauber. O que traz para as luzes dos holofotes a proposta de Bernie Ecclestone de as equipas principais terem, já em 2015, três carros em vez dos atuais dois, o que permitiria aumentar as grelhas para 24 carros oriundos das oito equipas mais firmes economicamente. As próximas semanas poderão mostrar-se decisivas quanto ao que será a F1 do futuro…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s