FIA diz que Jules Bianchi não abrandou

Polémica chega quando piloto luta pela vida

Os médicos já terão discutido com os pais de Jules Bianchi a hipótese de desligarem as máquinas que o mantém vivo

Os médicos já terão discutido com os pais de Jules Bianchi a hipótese de desligarem as máquinas que o mantém vivo

A polémica instalou-se, numa altura em que Jules Bianchi luta pela vida num hospital japonês. De acordo com o jornal alemão “Sport Bild”, há uma transmissão da FIA, por altura do acidente de Suzuka, que diz que “Bianchi não abandou com as bandeiras amarelas.”O jornal acusa mesmo a Marussia de ter exortado Bianchi a andar mais depressa para diminuir a distância para o Caterham de Marcus Ericsson. O correspondente do “Sport Bild” diz que essas mensagens por rádio, que não foram mencionadas por Charlie Whiting, o diretor de corridas da FIA, durante o “briefing” com a Imprensa em Sochi, se encontram gravadas.

Estas revelações chegam na mesma altura em que Alain Prost, quádruplo Campeão do Mundo de F1, se mostrou furioso com a FIA, dizendo ao “Telegraph”: “Os carros e as pistas ficaram mais seguros e só uma coisa ficou esquecida: foi aquele ‘f….ing truck’ na pista!” Ao mesmo tempo, soube-se também no ‘”briefing” de Sochi que Whiting negou que Felipe Massa estivesse a gritar pelo rádio para parar a corrida por causa das piores condições da pista: “Isso não é verdade. Nós gravamos tudo. O Massa disse uma única vez: ‘A chuva está a piorar.”

Em resposta, o piloto brasileiro insiste em que pediu para a corrida ser parada: “É verdade! Eu estava a gritar e fui quase agressivo. Não me lembro que palavras usei, mas disse que era inaceitável e demasiado perigoso correr naquelas condições.”

Entretanto, notícias mais recentes sobre o estado de saúde de Jules Bianchi indicam que, de acordo com o jornal austríaco “Sportwoche”, os médicos que assistem o piloto da Marussia já terão discutido com os pais de Bianchi a possibilidade de desligarem o sistema de suporte de vida a que está ligado desde o acidente, tal a aparente extensão das lesões que tem no cérebro. Contudo, ao final do dia, a Marussia, em conjunto com a família do piloto emitiu um comunicado oficial, onde refere que o estado de Bianchi “continua crítico mas estável” e em que agradecem todo o apoio recebido até agora, explicando ainda que as próximas informações serão divulgadas quando “a família assim o entender”.

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s