Nissan Qashqai 1.6 dCi 130 4×2 N-TEC

O outro elemento

Nissan Qashqai 1.6 dCi 130 4x2 N-TEC (Fotos: Óbidos)

Nissan Qashqai 1.6 dCi 130 4×2 N-TEC (Fotos: Óbidos e Praia d’El Rey)

O mais desejado dos novos Qashqai talvez seja a versão com o reputado e renovado motor 1.5 dCi de 110 cv. Mas a Nissan nunca deixa nada a meio e quis oferecer uma versão mais aguerrida, com argumentos mais divertidos na estrada e, além disso, a mesma refinação de conforto e de equipamento. Trata-se do Qashqai 1.6 dCi de 130 cv. Entre. Vai ver que gosta!

Quer saber o que é e quais as diferenças para o anterior Nissan Qashqai? Então, clique no link https://autoandrive.com/2014/05/26/nissan-qashqai-1-5-dci-110-4×2-n-tec/ e viagem connosco até Mértola. Vai ficar surpreendido com as mudanças efetuadas la marca naquele que é o seu atual “ex-libris” – e, já agora, um autêntico “case study”, que lançou uma Nissan quase moribunda e sem alma, no plantel das que mais vendem no universo dos “crossover”, ou SUV compactos, chame-lhe o que quiser, ao Qashqai. Mas, se o seu desejo é outro, mais “performance” e um equilíbrio mais eficaz e assertivo, entre a mesma qualidade e esta nova imagem mais desportiva, então sente-se aqui ao osos lado. Desta feita, a viagem foi mais curta. Mas valeu a pena.

Mais cavalos, quase a mesma gulodice

O motor 1.6 dCi de 130 cv torna o Qashaqi mais ágil e até divertido

O motor 1.6 dCi de 130 cv torna o Qashaqi mais ágil e até divertido

Sente-se nos novos bancos, mais cómodos e ergonómicos e sinta-se logo à vontade no também novo habitáculo, muito mais funcional e agradável. Este é um dos grandes trunfos da nova geração do Nissan Qashqai, em que a posição de condução está mais de acordo com uma leitura quase perfeita da estrada e a forma metódica e eficaz de melhor controlar todas as necessidades de uma condução mais fluida e segura. Disso nos demos conta, na nossa anterior e longa viagem ao Alentejo profundo, na versão equipada com o motor 1.5 dCi de 110 cv. Agora, nesta com o bloco 1.6 dCi de 130 cv, isso ficou ainda mais evidente.

O comportamento do Qashqai foi melhorado com novos amortecedores e

O comportamento do Qashqai foi bastante melhorado

Mas vamos ao que interessa – precisamente o motor. Carregue no botão Start&Stop, presente de série. Silencioso, sem trepidar mesmo a frio, este bloco revela-se bastante ágil e não apenas porque acoplado a uma caixa de velocidades manual, em que as seis relações estão num bom compromisso entre os bons consumos e a elasticidade dinâmica. É que, de fato, o motor nunca se mostra amorfo, mesmo quando abaixo da faixa crítica das 1.700 rpm, que é quando o binário surge rápido, embora de uma forma suave e constante. O suficiente para que o recurso à caixa de velocidades seja quase raro, mesmo nas ultrapassagens mais arrojadas, pois as recuperações são confiáveis e certeiras.

O motor 1.6 dCi é muito suave e económico

O motor 1.6 dCi é muito suave e económico

Esta agilidade mostra-se bem de acordo com o renovado chassis do Qashqai, em as ligações ao solo foram tratadas de forma a serem ainda mais confortáveis e silenciosas no absorver das irregularidades da estrada, associando-se ainda a amortecedores de duplo pistão, que atuam de forma independente, bem como ao novo sistema de controlo de estabilidade do chassis. Um sistema que permite manter a plataforma quase sempre horizontal, ao agir sobre os travões para contrabalançar os movimentos do chassis, mesmo nos pisos mais irregulares, aumentando ainda mais o conforto a bordo.

O nível de equipamento é o N-TEC e é já muito completo

O nível de equipamento é o N-TEC e é já muito completo

Com um nível de equipamento N-TEC, o imediatamente anterior ao topo de gama (o pacote de equipamento é basicamente o mesmo da unidade de 110 cv de que já falamos este texto várias vezes, pelo que não nos vamos repetir…), este Qashqai tem um preço final que fica apenas 2.000 acima do equivalente com o motor 1.54 dCi de 110 cv. O que, convenhamos, na hora da escolha, esta fica bem difícil – não só porque dinamicamente este Qashaqi é mais eficaz e desportivo, como os consumos ficam pouco acima da versão menos potente: 5,8 l/100 km, contra 4,8! Dá que pensar, não dá?

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

O Qashqai 1.6 dCi custa apenas mais 2.000 que a versão equivalente 1.5 dCi de 110 cv

O Qashqai 1.6 dCi custa apenas mais 2.000 que a versão equivalente 1.5 dCi

Motor: Diant., 4 cil., 16 v., 1.598 cc, turbo-Diesel de geometria variável, admissão variável, inj.directa c./”common rail” e “intercooler”; Potência (cv/rpm): 130/4.000; Binário Máx. (Nm/rpm): 320/1.750; Vel. Máx. (km/h): 190;  Acel. 0-100 km/h (s): 10,5; Consumos (l/100 km): 4,9; Consumo AutoanDRIVE (l/100 km): 5,8; Emissões CO2 (g/km): 129; Preço (euros): 31.300

Esta versão do Qashqai custa 31.300 euros

Esta versão do Qashqai custa 31.300 euros

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s