Lewis Hamilton ganhou GP da Rússia

Mercedes já é campeã nos Construtores

A nona vitória deste ano de Lewis Hamilton foi no 1º GP da Rússia

A nona vitória deste ano de Lewis Hamilton foi no 1º GP da Rússia

Lewis Hamilton foi o primeiro a inscrever o seu nome do Álbum de Ouro do GP da Rússia ao vencer aquela que foi a edição inaugural da prova. E, com esta que foi a sua nona vitória da temporada – e 33ª da sua carreira na F1 – estendeu para 17 pontos a sua vantagem sobre o seu colega de equipa, Nico Rosberg, que terminou num esforçado 2º lugar, que alcançou depois de rodar 52 voltas com o mesmo jogo de pneus. O pódio foi completo por Valtteri Bottas, que na parte final da corrida era o mais rápido em pista, mas sem conseguir voltar a aproximar-se de forma decisiva do duo da Mercedes que com esta “dobradinha”, garantiu para a equipa o título nos Construtores.

O triunfo de Hamilton ficou praticamente decidido logo nos primeiros quilómetros da corrida, quando Rosberg degradou em demasia os pneus do seu monolugar, em várias e vãs tentativas de o suplantar o britânico, nas curvas iniciais, sendo forçado a entrar mais cedo nas boxes, para trocar as borrachas do Mercedes. Isso deixou-o longe da frente da corrida e, para regressar ao segundo lugar teve que suar as estopinhas e bater Valtteri Bottas, que rodou a maior parte da prova atrás do líder.

Jenson Button foi 4º, naquele que foi o seu melhor resultado desde o GP da Grã-Bretanha, em Julho, terminando na frente do seu colega de equipa, Kevin Magnussen e de Fernando Alonso, que foi o melhor dos Ferrari, em 6º lugar. Nos pontos ficaram ainda os dois Red Bull, agora com Daniel Ricciardo a ser mais eficaz qu Sebastian Vettel, o outro Ferrari (Kimi Raikkonen) e o Force India de Sérgio Pérez.

CLASSIFICAÇÕES

Corrida: Lewis Hamilton (Mercedes), 53 voltas em 1h31m50,744s; Nico Rosberg (Mercedes), a 13,567s; Valtteri Bottas (Williams/Mercedes), a 17,425s; Jenson Button (McLaren/Mercedes), a 30,234s; Kevin Magnussen (McLaren/Mercedes), a 53,616s; Fernando Alonso (Ferrari), a 1m00,016s; Daniel Ricciardo (Red Bull/Renault), a 1m01,812s; Sebastian Vettel (Red Bull/Renault), a 1m06,185s; Kimi Raikkonen (Ferrari), a 1m18,877s; 10º Sérgio Pérez (Force India/Mercedes), a 1m20,067s; 11º Felipe Massa (Williams/Mercedes), a 1m20,877s; 12º Nico Hulkenberg (Force India/Mercedes), a 1m21,309s; 13º Jean-Éric Vergne (Toro Rosso/Renault), a 1m37,295s; 14º Daniil Kvyat (Toro Rosso/Renault), a 1 v.; 15º Estebán Gutiérrez (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 16º adrian Sutil (Sauber/Ferrari), a 1 v.; 17º Romain Grosjean (Lotus/Renault), a 1 v.; 18º Pastor Maldonado (Lotus/Renault), a 1 v.; 19º Marcus Eticsson (Caterham/Renault), a 2 v.

CAMPEONATOS

Pilotos: Hamilton, 291 pontos; Rosberg, 274, Ricciardo, 199; Bottas, 145; Vettel, 143; Alonso, 141; Button, 94; Hulkenberg, 76; Massa, 71; 10º Magnussen, 49; 11º Pérez, 47; 12º Raikkonen, 47; 13º Vergne, 21; 14º Kvyat, 8; 15º Grosjean, 8; 16º Bianchi, 2. Construtores: Mercedes, 565 pontos; Red Bull, 342, Williams, 216; Ferrari, 188; McLaren, 143; Force India, 123; Toro Rosso, 29; Lotus, 8; Marussia, 2.

Próxima prova: GP dos Estados Unidos (31 de Outubro/2 de Novembro)

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s