Robin Frijns saiu da Caterham

Regresso à GP2 poderá ser o futuro

Robin Frijns deixou a Caterham

Robin Frijns deixou a Caterham

O holandês Robin Frijns, que era desde o início do ano piloto de reserva da Caterham, cortou todos os laços que o ligavam à equipa, estando agora em negociações para regressar em breve à GP2. Frijns, de 23 anos e que chegou a ser considerado para piloto titular da equipa, quando era ainda liderada por Tony Fernandes, tem o problema de, apesar de ser altamente considerado em termos de talento natural, ter por trás pouquíssimos apoios o que, no novo regime de Colin Kolles, é insuficiente para garantir o lugar. Aliás esta tem sido uma autêntica sangria na Caterham, desde que o romeno assumiu o comando da equipa, com despedimento maciço de dezenas de trabalhadores, bem como do piloto de testes, Alexander Rossi e, mais recentemente, de Kamui Kobayashi. E nem o fato de o outro diretor da equipa ser também holandês, o antigo piloto de F1 da Minardi, Christijan Albers, foi suficiente para lhe salvar o lugar. Agora, e apesar de o ter desmentido, poderá esta em conversações com a Russian Time para voltar à GP2, embora apenas em 2015.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s