Daniel Ricciardo ganhou corrida polémica

GP da Bélgica entornou “caldo” na Mercedes

Daniel Ricciardo conquistou em Spa a sua terceira vitória na F1

Daniel Ricciardo conquistou em Spa a sua terceira vitória na F1

Daniel Ricciardo conquistou a sua terceira vitória – e segunda consecutiva – na F1 ao cortar a meta 3,3s na frente de Nico Rosberg, no final de um GP da Bélgica que ficou envolto em polémica. O pódio ficou completo por Valtteri Bottas, que rodou sempre no grupo da frente e chegou a bater o próprio Rosberg e Sebastian Vettel, que foi 5º, atrás de Kimi Raikkonen. A prova, que abriu as hostilidades após a pausa para férias, para a derradeira fase de oito GP do Campeonato, viu entornar-se o caldo dentro da equipa Mercedes quando, durante a segunda volta, após ser passado por Lewis Hamilton, Rosberg deu um toque subtil com a roda da frente direita na roda traseira esquerda do seu colega de equipa.

O toque foi tão “cirúrgico” que cortou o pneu, obrigando Hamilton a ir às boxes, caindo para 19º e vindo a desistir mais tarde, quando já era 16º. Quanto a Rosberg, perdeu um elemento da asa dianteira, perdendo algum tempo, mas isso não o afetou o suficiente para o impedir de recuperar até ao 2º lugar em que terminou.

O incidente entre os dois pilotos da Mercedes tornou-se viral, especialmente depois de Rosberg ter afirmado que foi intencional, “para provar um ponto” [literalmente, “to prove a point”], algo que Toto Wolff, diretor da equipa, acabou mais tarde por negar, garantindo que “de modo nenhum foi [um acidente] deliberado”. Porém, Hamilton ficou tão furioso com o sucedido, que se espera mais… “sangue” nas corridas que faltam para o final da temporada.

CLASSIFICAÇÕES

Apesar do toque em Hamilton, Rosberg ainda conseguiu ser 2º

Apesar do toque em Hamilton, Rosberg ainda conseguiu ser 2º

Corrida: 1º Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault), 44 voltas em 1h24m36,556s; 2º Nico Rosberg (Mercedes), a 3.3s; 3º Valtteri Bottas (Williams-Mercedes), a 28.0s; 4º Kimi Räikkönen (Ferrari) a 36.8s; 5º Sebastian Vettel (Red Bull-Renault), a 52.1s; 6º Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes), a 54.2s; 7º Jenson Button (McLaren-Mercedes) a 54.5s; 8º Fernando Alonso (Ferrari), a 1m01.1s; 9º Sergio Pérez (Force India-Mercedes), a 1m04.2s; 10º Daniil Kvyat (Toro Rosso-Renault) a 1m05.3s; 11º Nico Hülkenberg (Force India-Mercedes), a 1m05.6s; 12º Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Renault), a 1m1.9s; 13º Felipe Massa (Williams-Mercedes) a 1m15.9s; 14º Adrian Sutil (Sauber-Ferrari), a 1m22.4s; 15º Esteban Gutiérrez (Sauber-Ferrari), a 1m30.8s; 16º Max Chilton (Marussia-Ferrari), a 1 v.; 17º Marcus Ericsson (Caterham-Renault), a 1 v.; 18º Jules Bianchi (Marussia-Ferrari), a 5 v.

CAMPEONATOS

Valtteri Bottas subiu de novo ao pódio com um 3º lugar

Valtteri Bottas subiu de novo ao pódio com um 3º lugar

Pilotos: 1º Rosberg, 220 pontos; 2º Hamilton, 191; 3º Ricciardo, 156; 4º Alonso, 121; 5º Bottas, 110; 6º Vettel, 98; 7º Hulkenberg, 70; 8º Button, 68; 9º Massa, 40; 10º Raikkonen, 39; 11º Magnussen, 37; 12º Pérez, 33; 13º Vergne, 11; 14º Grosjean, 8; 15º Kvyat, 8; 16º Bianchi, 2

Construtores: 1º Mercedes, 411 pontos; 2º Red Bull/Renault, 254; 3º Ferrari, 160; 4º Williams/Mercedes, 150; 5º McLaren/Mercedes, 105; 6º Force India/Mercedes, 103; 7º Toro Rosso/Renault, 19; 8º Lotus/Renault, 8; 9º Marussia/Ferrari, 2

Próxima prova: GP de Itália, 5 a 7 de Setembro

O toque entre Hamilton e Rosberg vai dar muito que falar

O toque entre Hamilton e Rosberg vai dar muito que falar

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s