Parte da ficha médica de Schumacher foi roubada

Documentos estarão já à venda por 48 mil euros

Parte da ficha médica de Schumacher terá sido roubada do hospital de Grenoble

Parte da ficha médica de Schumacher terá sido roubada do hospital de Grenoble

Duas das 12 páginas do relatório médico de Michael Schumacher, existente no hospital de Grenoble, terão desaparecido de forma misteriosa daquela unidade de saúde, no mesmo dia em que o ex-piloto de F1 foi transferido para Lausanne. Entretanto, sabe-se que esses documentos terão sido colocados à venda, à vários dias, pelo peço de “saldo” de 48 mil euros. Quem as “oferece” garante que são informações autênticas. Contudo, a assessoria de Schumacher já veio afirmar que irá proceder criminalmente, em tribunal, contra quem utilizar essas informações, que são confidenciais e foram claramente conseguidas de forma ilegal, sendo a sua publicação proibida. O estado de saúde do hepta-Campeão do Mundo de F1, que esteve quase seis meses em coma induzido naquele hospital francês após um acidente de esqui em Méribel, a 29 de Dezembro passado, não é totalmente claro, embora tenha sido confirmado oficialmente que ele saiu já do coma e interage com o meio que o rodeia, reconhecendo a voz da esposa, Corinna, e dos seus dois filhos, Gina Maria e Mick e esando já em pleno processo de reabilitação. As autoridades foram avisadas deste roubo e estão já a investigar no terreno eventuais pistas sobre os ladrões.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s