Aventura Dacia 4×2/Aldeias Históricas

Um passeio pela essência da História local

A Aventura Dacia 4x2/Aldeias Históricas foi um sucesso

A Aventura Dacia 4×2/Aldeias Históricas foi um sucesso

A riqueza e a beleza da Guarda e das Aldeias Históricas certamente serão motivo de nova visita para os mais de 80 participantes que contactaram pela primeira vez com estes locais. No último fim-de-semana, 30 viaturas Dacia dos modelos Duster e Sandero Stepway cumpriram o programa da Aventura Dacia 4×2 / Aldeias Históricas, descobrindo não apenas o património, mas todos os encantos da região, da gastronomia às paisagens, num passeio organizado pelo Clube Escape Livre.

A essência das Aldeias Históricas foi uma verdadeira surpresa para muitos dos participantes, que não imaginavam do que se tratava realmente. Encontrar, em pleno verão antecipado, aldeias estruturadas e amuralhadas preservadas, arquiteturas seculares e distintas de local para local, castelos, pelourinhos e solares enquadrados em paisagens diferentes surpreendeu, mas sobretudo arrebatou todos os elementos da caravana. Arrebatadores foram também os percursos selecionados para alcançar cada um dos locais de visita, por vezes diferenciados em dois níveis de dificuldade, para as viaturas 4×2 e 4×4.
Na noite de sexta-feira, e após passagem no secretariado no Hotel Vanguarda, uma visita guiada e encenada ao Centro Histórico da Guarda, com personagens da história a assumir os comandos da caravana, abriu um pouco a cortina à descoberta que continuaria nos dias seguintes.

A Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo foi visitada no sábado

A Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo foi visitada no sábado

Partindo da Litocar, concessionário Renault / Dacia na Guarda, a primeira etapa por fora de estrada conduziu a Castelo Mendo, onde as ruínas da Igreja de St.ª Maria e o castelo deram origem à exploração aventureira de novos e graúdos. Após passagem por Castelo Bom, e atravessando caminhos e trilhos de todas as características, a chegada à Vermiosa proporcionou o contacto com os vinhos Beyra a antecipar o almoço e, já em Figueira de Castelo Rodrigo, também a Adega Cooperativa ofereceu a toda a caravana os seus já conhecidos vinhos. A etapa da tarde maravilhou novamente os participantes, primeiro, com as estórias ouvidas na Aldeia Histórica de Castelo Rodrigo, e depois com a subida à serra da Marofa, onde percursos todo terreno de diferentes intensidades permitiram aos Duster e Stepway chegar ao cume e alcançar a paisagem deslumbrante. A descida até ao rio Côa antecipou a chegada a mais uma das aldeias históricas, Almeida, onde foi visitado o Museu Militar. A chegada à Guarda voltou a pôr à prova a qualidade dos vinhos da região, desta vez com a participação da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior a apresentar marcas distintas aos palatos mais exigentes.
No domingo, o todo terreno voltou a marcar a viagem até aos concelhos mais a sul, já que foram percorridos 90 quilómetros de média e maior dificuldade. Uma primeira paragem, no forno comunitário da aldeia de Marmeleiro, serviu para demonstrar como os saberes e sabores tradicionais ainda continuam a fazer parte do quotidiano dos beirões. O pão caseiro, de massa consistente, os biscoitos e a marmelada não deixaram partir de estômago vazio para a aldeia de Sortelha, com o seu alto castelo e muralhas exploradas pelos mais ousados.
Já em Belmonte, onde está estabelecida uma importante comunidade judaica, o Museu Judaico e o Museu dos Descobrimentos estiveram, em opção, abertos à visita da caravana. O encerramento do passeio decorreu na Quinta da Bica, com almoço e entrega de troféus aos participantes, que manifestavam já grande satisfação pela oportunidade de descobrir tanta história e património num só passeio.
Satisfação foi também o sentimento expressado pelo secretário de estado do Desporto, presente no evento. No final do passeio, Emídio Guerreiro salientou “um fim-de-semana que vale muito, principalmente pela forma como está organizado e porque mostra as nossas riquezas, o património, a cultura, a gastronomia e junta um grupo muito diverso. Tenho a certeza que despertou o interesse para o regresso”.
Já para Ricardo Oliveira, diretor de comunicação do grupo Renault, “tivemos natureza, aventura, história – tudo aquilo que continuam a ser os passeios do Escape Livre – e é por isso que nós Renault / Dacia nos associamos, porque o clube é capaz de oferecer tudo isto num fim-de-semana e viu-se pela reação das pessoas que gostaram.”
A promessa ficou feita: em 2015 a família Dacia estará de regresso para novas e grandes aventuras!
A Aventura Dacia 4×2 / Aldeias Históricas teve o patrocínio oficial Dacia e contou com o apoio da Bridgestone, First Stop, TW Steel, ValorPneu, SPAL, Águas do Vimeiro e Best Travel. O apoio institucional foi do Turismo do Centro, Câmara Municipal da Guarda e Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo. O apoio à divulgação foi da revista Auto Hoje e Autohoje TT & Aventura, RFM, Off Road 4×4, AutoanDRIVE, Lusomotores, TT Verde, Virtual Clube TT, Rádio Altitude, Diário de Coimbra e Jornal A Guarda.

A adrenalina de uma passagem a vau

A adrenalina de uma passagem a vau

Texto e Fotos: Clube Escape Livre; Edição: AutoanDRIVE

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s