Estado de saúde terá piorado

Michael Schumacher entre o vegetativo e a morte

O estado de saúde de Michael Schumacher terá piorado nas últimas semanas

O estado de saúde de Michael Schumacher terá piorado nas últimas semanas

Há mais de dois meses que nada se sabe sobre o real estado de saúde de Michael Schumacher, com exceção do desmentido oficial da sua assessoria de Imprensa a rumores que surgiram e que, por sua vez, garantiram que não está a interagir com o meio ambiente, como essas notícias diziam. O que de imediato fez soar as campainhas de alarme sobre o verdadeiro estado de saúde do antigo Campeão do Mundo de F1. Na verdade, Schumacher deverá estar entre o estado vegetativo permanente e a morte, segundo a opinião de Gary Hartstein, que foi médico oficial da F1 a seguir à retirada de Syd Watkins.

O professor Hartstein vai mesmo mais longe, ao afirmar, embora de forma contida: “Receio dizer isto, mas tenho quase a certeza de que nunca mais iremos ter boas notícias de [Michael] Schumacher.” E justifica: “Com [quase] seis meses de [estado de] coma [que não deverá ser ligeiro], só antevejo dois cenários possíveis [para o futuro]: manutenção do [seu] estado vegetativo [atual] ou a morte.”
Em coma desde 29 de Dezembro do ano passado, quando caiu ao fazer esqui em França, Michael Schumacher começou a ser retirado este estado pelos médicos, cerca de três meses depois mas, até agora, o único boletim clínico que manifestava algum otimismo foi publicado há dois meses e nele estava escrito que Schumacher tinha “momentos de consciência e de despertar.” Depois disso, o silêncio absoluto, apenas quebrado há dias (https://autoandrive.com/2014/06/02/schumacher-em-coma-ha-mais-de-cinco-meses/) mas sem se adiantar mais nada sobre o assunto.
Para Gary Hartstein não restam muitas dúvidas quanto ao futuro de Schumacher: “Há casos de pessoas que, ao fim de anos em estado vegetativo, conseguem depois manter uma conversa, caminhar ou mesmo vestir-se sozinhos.” Mas isso só será possível se “nos próximos anos [o estado de Schumacher] evoluir favoravelmente.”
Também se desconhece onde estará neste momento Schumacher a receber os seus tratamentos – se já em casa, se ainda no hospital. A este respeito, Gary Hartstein é mais cauteloso, afirmando que “este é o tipo de informação que, por razões óbvias, deve ser extremamente (e frisa esta palavra) privada.” Mas adianta: “no caso de [Schumacher] estar ainda dependente de um ventilador, isso exigiria um determinado equipamento, em casa, bem como a presença, 24 em 24 horas, de acompanhamento pessoal intensivo – mas há milhares de pessoas neste estado que continuam a ser tratados em casa. Mas, se ele estiver a respirar sem ajuda, isso tornará tudo mais fácil. Como se deve imaginar, pacientes com tão grande e severa situação de inconsciência, requer um alto nível de cuidados continuados, mas isso deverá ser uma coisa que a família [de Schumacher] deve conseguir organizar sem grandes problemas.”

HR

Anúncios

One response to “Estado de saúde terá piorado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s