BMW 428i Coupé SDrive Line Sport

A escolha do veludo

BMW 428i Coupé SDrive Line Sport (Fotos: Arraiolos)

BMW 428i Coupé SDrive Line Sport (Fotos: Arraiolos)

Há aquela de que o algodão não engana. Mas, na BMW, mais que o algodão, o que não engana mesmo é o veludo. Veja-se o caso do 428i Coupé, a segunda opção o que diz respeito aos motores a gasolina. Com 245 cv, num misto de doçura e de pimenta, esta escolha pode não ser a mais racional, mas tem no seu equilíbrio a principal virtude. É como escolher um bom veludo para um baile de gala, em que a elegância dança junto à irreverência. Está a franzir a testa? Já vai ver porque dizemos isto.

Primeiro: se quiser saber de nossa (e, quiçá, de sua também…) justiça sobre o Série 4, basta consultar o link https://autoandrive.com/2014/01/14/bmw-420d-coupe-luxury-line-auto/. É que não é disso que vamos qui falar. Vamos, isso sim (e é este o “segundo”…) falar do BMW 428i Coupé.

O BMW 428i Coupé é a entrada de gama a gasolina na Série 4 em Portugal

O BMW 428i Coupé é a entrada de gama a gasolina na Série 4 em Portugal

Sabendo-se que a oferta da BMW, neste seu série 4, no que respeito diz aos motores a gasolina, abre com o 420i Coupé, cujo motor de 4 cilindros em linha debita 184 cv (já agora, uma curiosidade: o mesmíssimo que o 420d Coupé!), fica a primeira interrogação: porquê o 428i Coupé? Simples: é a entrada da gama, no mercado nacional – e, como tal, o Série 4 mais acessível, entre os “a gasolina” (nos turbo-Diesel, só há, por enquanto e talvez, uma opção: o tal 420d Coupé, já ensaiado pelo AutoanDRIVE, conforme referimos atrás).

Coração de melão?

Se não for provocado o 428i Coupé tem um coração de veludo

Se não for provocado o 428i Coupé tem um coração de veludo

Não: de veludo. Cá está, o veludo: utilizando a mesma base do 420i, a BMW aumentou a configuração eletrónica do motor e aumentou a potência dos 184 para os 245 cv. Melhor: em relação àquela versão, o binário subiu dos 270 para os 350 Nm – surgindo quase com o carro “parado” – ou seja, a partir das 1.250 rpm. A questão é que, a versão Comfort de condução, a força está lá, manifesta-se bem e vivamente, mas não se ouve. (O veludo do título e da entrada). Mas atenção: basta mexer no botãozinho mágico, a consola central, levá-lo para o modo Sport (ou “state of the… driving”!) “Sport + (que é igual ao anterior, mas desliga o controlo de tração), o 428i Coupé solta todo o rugir que há em si – mas está, basicamente, enjaulado na vestimenta de “um-carro-sério-para-gente-séria-e-engrvatada-mas-que-gosta-de-andar- depressa-sem-espalhafato-mesmo-que-o-carro-dê-nas-vistas” (ufa!)

Mas se for usado a preceito então passa de docinho a diabinho

Mas se for usado a preceito então passa de docinho a diabinho

Portanto, usado a preceito, o BMW 428i Coupé não apenas tem um coração de melão, meloso, com um ar veludado, docinho, maciozinho e mansinho, Não: usado a preceito, o BMW 428i Coupé tem um coração de (verdadeiro) leão. Dá gozo: ainda para mais, com apenas tração traseira, vem ao de cima a excelência do chassis (a versão xDrive pode ser mais incisiva, mas o gozo que dá tem mais a ver com a eficácia das linhas, mais puras, fomentadas pela tração total, do que com a bondade pura e dura do chassis do Série 4), que ondula, coleante e quase bravio, de curva para curva. Sem “stresses”: as ajudas à condução estão lá, desde a suspensão adaptativa M com amortecimento de comando eletrónico, à direção desportiva variável (256 euros) com assistência elétrica.

O motor de 245 cv é suave e gasta menos de 7 l/100 se for usado com parcimónia

O motor de 245 cv é suave mas gasta mais de 7 l/100

O pior que pode suceder é desligar tudo e permitir que um “designer” maluco estrague a beleza inata da carroçaria do Série 4 Coupé! E nós, em definitivo, não queremos isso, pois não? Mesmo se o poder de travagem (a cargo de quatro discos ventilados de generosas dimensões) nunca demonstram cansaço…

A unidade ensaiada tinha uma caixa manual de seis velocidades

A unidade ensaiada tinha uma caixa manual de seis velocidades

Associado a uma caixa manual de seis velocidades (a outra opção é a transmissão automática de 8 velocidades) exata, rápida e bem escalonada, de relações suficientemente curtas para serem divertidas, mas ao mesmo tempo a puxar para uma certa economia de consumo (embora isso seja relativo, pois nunca baixámos dos 7,7 l/100 km precisamente mais um litro do que a marca anuncia… e pesar de estarem lá o modo ECO PRO, a função Auto Start/Stop, a regeneração de energia na travagem e a indicação do ponto certo de mudança de velocidade), o motor 2.0 de 245 cv sussurra como um felinozinho adormecido. Enquanto o condutor quiser entenda-se! Mas, aberto o estábulo, os animais anseiam pela liberdade mais bela que lhe quisermos dar. Ou soubermos.

Seja com que motor for o BMW Série 4 é uma obra prima estética

Seja com que motor for o BMW Série 4 é uma obra prima estética

Venha daí: nesta unidade do 428i Coupé, a BMW colocou-lhe alguns rebuçados que, se aumentam em cerca de 5.000 euros a fatura final, sempre adoçam a boca (e a alma) de quem abrir os cordões à bolsa por ele. Por exemplo: o Pack Line Sport (1.598 euros); alarme antirroubo (406,50 euros); espelhos retrovisores interiores antiencandeamento (496 euros); vidros com proteção solar (297 euros); sensores de estacionamento traseiros (415 euros); ar condicionado automático (549 euros); serviços ConnectedDrive (294 euros) e Concierge (211 euros); ou o forro do teto em antracite BMW Individual (203 euros). Além disto, a bela cor Azul Midnight “custa” 707 euros. Seduzido? Ou convencido?

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

A unidade ensaiada tinha quase 5.000 euros de opcionais

A unidade ensaiada tinha quase 5.000 euros de opcionais

Motor: Diant., 4 cil. em linha, 16 v, 1.997 cc, duas árvores de cames à cabeça, inj.direta a gasolina, sistema TwinPower Turbo, turbo Twin Scroll, comando variável das válvulas; Potência (cv/rpm): 245/5.000 – 6.5000; Binário Máx. (Nm/rpm): 350/1.250 – 4.800; Vel. Máx. (km/h): 250; Acel. 0-100 km/h (s): 5,9; Consumos (l/100 km): 6,6; Emissões CO2 (g/km): 154; Preço (euros): 49.700 (unidade ensaiada: 54.614)

A unidade ensaiada custa 54.614 euros

A unidade ensaiada custa 54.614 euros

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s