Nigel Stepney (14/11/1958 – 02/05/2014)

De bestial a besta

Nigel Stepney (14/11/1958 - 02/05/2014)

Nigel Stepney (14/11/1958 – 02/05/2014)

Nigel Stepney, o chefe de mecânicos da Ferrari que, com Mike Coughlin, esteve no centro do escândalo de espionagem chamado, muito apropriadamente, “Spygate”, em 2007, morreu vítima de um acidente de viação, no condado de Kent. Tinha 56 anos.

Nigel Stepney, nascido em Novembro de 1958, chegou à F1 com a Lotus, em 1976. Nesta equipa, trabalhou com Ayrton Senna e, até chegar à Ferrari, em 1993, foi ainda mecânico de pilotos como Mario Andretti ou Nigel Mansell. Foi ele também um dos homens por trás dos cinco títulos de Campeão do Mundo de F1 conquistados por Michael Schumacher, com a Ferrari, entre 2000 e 2004. Além destes, como chefe de mecânicos, contribuiu para todos os títulos da equipa de Maranello na F1, desde 1997.
Antes de chegar à Ferrari, passou também, durante dois anos, pela Benetton e, em 1990, foi para a F3000, onde estava quando a “scuderia” o foi buscar. Meticuloso e muito competitivo, a glória de Stepney caiu a pique quando, em 2007, foi envolvido no escândalo de espionagem, em que terá passado a Mike Coughlan, da rival McLaren, um extenso “dossier” de informações técnicas confidenciais sobre a Ferrari. A tramoia foi no entanto descoberta _ por denúncia de um zeloso funcionário da casa onde terá feito milhares de fotocópias, que estranhou o conteúdo das mesmas – e Stepney, para lá de ter sido expulso da F1, fez com que a McLaren tivesse que pagar uma multa de 100 milhões de dólares, a maior jamais executada na F1. Além disso, a McLaren foi desclassificada do Mundial de 2007.
Depois de alguns anos afastado, Stepney regressou ao desporto motorizado com a equipa de GT JRM, de James Rumsey, e esteve por trás do desenvolvimento do Nissan GT-R de GT3. Tinha um sonho – ganhar as 24 Horas de Le Mans. Porém, uma distração – terá entrado na via, saindo de um desvio, mesmo diante de um camião articulado, que transportava géneros alimentícios e que terá sido incapaz de travar ou de evitar o seu VW prateado – foi-lhe fatal e impediu-o de concretizar esse sonho de criança. Deixou uma companheira, Ash, e uma filha, Sabine.

HR

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s