Ford Focus SW 1.6 TDCi 115 Titanium Best

Manter a fasquia alta

Ford Focus SW 1.6 TDCi 115 Titanium Best (Fotos: Praya d'El Rey, Óbidos)

Ford Focus SW 1.6 TDCi 115 Titanium Best (Fotos: Praya d’El Rey, Óbidos)

O Ford Focus SW 1.6 TDCi de 115 cv é a forma mais correta de a marca manter a fasquia elevada no que diz respeito à aceitação pelo público da versão carrinha do seu modelo de segmento médio. Renovado por fora e por dentro, conforme o AutoanDRIVE já mostrou no ensaio à versão equipada com o novo motor a gasolina 1.0 Ecoboost de 125 cv (https://autoandrive.com/2012/07/11/ford-focus-sw-1-0ecoboost-edition-125-cv/ ), foi dada a vez agora à proposta associada à reconhecida motorização 1.6 TDCi de 115 cv. É que, queira-se ou não, e apesar de todas as suas qualidades, continuam a existir desconfianças (infundadas, sublinhe-se!) no que diz respeito aos motores a gasolina.

Embora nem todos acreditem, a tendência é que o preço do Diesel (vulgo, gasóleo), se aproxime do preço da gasolina. Até por questões ambientais – o gasóleo é um poluente atmosférico muito mais violento que a gasolina, da qual tem sido retirada a sua componente mais poluidora, nomeadamente o chumbo. Por isso, um dia – tal como já sucede, há mutos anos em outros países europeias – também em Portugal o preço do litro de gasóleo será superior ao da gasolina.

O Ford Focus SW 1.6 TDCi de 115 cv mantém a tradição Diesel na gama

O Ford Focus SW 1.6 TDCi de 115 cv mantém a tradição Diesel na gama

Atentas a este fenómeno (ou realidade…) global, as marcas têm vindo a apostar em inéditos motores a gasolina, de elevada tecnologia e com dimensões mais pequenas e com turbos também pequenos, que permitem retirar potências outrora (não há muito tempo, na verdade…) consideradas impossíveis. Entre essas marcas encontra-se a Ford, que iniciou esta ofensiva com o motor 1.0 Ecoboost, cuja potência consegue atingir os 125 cv. O Focus possui uma versão com precisamente este motor que, conforme se refere na entrada, o AutoanDRIVE já ensaiou longamente, já lá vão uns meses. Agora, tratamos da versão equivalente turbo-Diesel, que nada traz de novo em termos técnicos, com exceção de melhorais na gestão eletrónica para diminuir ainda mais os consumos e a emissões de CO2. O preço é superior à versão 1.0 Ecoboost em cerca de 3.000 euros. Será que compensa?

Cada um diz o que quer…

Apostar nos motores Diesel é uma questão cada vez mais de gosto e não de simples economia

Apostar nos Diesel é uma questão cada vez mais de gosto e não só de economia

Na realidade, tudo não passa de uma questão de…  gosto. Ele há os que se afirmam indefetíveis dos motores “a gasóleo”, pois, asseguram, são mais económicos e, assim sendo, justificam essa opção. Depois, há (infelizmente, ainda poucos; felizmente, cada vez mais…) os que acreditam nos motores a gasolina, em especial estes novos, modernos e limpos. Nós estamos entre estes, assumimo-lo com clarividência. Na verdade, nunca fomos apologistas dos motores turbo-Diesel. Com honrosas exceções… mas esta é outra história.

A postura estética do Focus SW não sofreu alterações de vulto

A postura estética do Focus SW não sofreu alterações de vulto

Assim, para ver o que é vantajoso no Ford Focus SW 1.6 TDCi de 115 cv, pegamos numa destas carrinhas, a que a marca já deu tudo de novo há uns meses, conforme aliás isso foi escamoteado no ensaio à versão a gasolina e pode ser lido no link acima reproduzido, e fizemos umas centenas de quilómetros.

A dinâmica eficaz também não sofreu quaisquer mudanças

A dinâmica eficaz também não sofreu quaisquer mudanças

No final percebemos que a identidade dinâmica do “velho” bloco 1.6 TDCi de 115 cv se mantém intata. Mostra-se sempre disponível, desde baixas rotações, sendo de assinalar a função “overboost”, que aumenta cerca de 10% ao binário, em situações de “emergência”, como uma ultrapassagem mais cheia de adrenalina, nos arranques e se quisermos assumir uma postura mais desportiva (ou, para ser mais preciso, menos descontraída, pois o Focus SW não é um modelo desportivo). Associado a uma caixa manual de seis velocidades, estas estão bem escalonadas, sem privilégio absoluto dos consumos, antes permitindo viagens calmas, mas sempre dinamicamente alegres.

O conforto de rolamento é constante e sem reparos

O conforto de rolamento é constante e sem reparos

O conforto de rolamento é constante e sem reparos, pois a suspensão tradicional assume um bom compromisso entre o conforto a bordo e uma segurança dinâmica acima do aceitável, mesmo em percursos mais empenhativos.

Os consumos rondam os 6 l/100 km

Os consumos rondam os 6 l/100 km

No final da vagem, percebemos também que os consumos se situam perto dos 6 l/100 kms e que a autonomia do depósito é pouco superior ao da verificada na versão 1.0 Ecoboost de 125 cv.

O fato de ser uma carrinha aumenta a vesatilidade do Focus SW

O fato de ser uma carrinha aumenta a vesatilidade do Focus SW

Depois, com um nível de equipamento Titanium Best, ou seja, ainda mais completo que o normal Titanium e onde se destacam itens como ar condicionado automático, botão Ford Power; sistema de travagem com ABS e EBD; controlo de estabilidade ESP com EBA; seis “airbags; sistema stop/start, temos que este Ford Focus 1.6 TDCi nada fica a dever ao do ensaio anterior.

O nível Titanium Best enriqueceu o Focus SW com mais equipamento de série

O nível Titanium Best enriqueceu o Focus SW com mais equipamento de série

Além disso, apresentava-se melhor composto com vários opcionais e Pack, a saber: Rádio Sony CD/MP3 (350€); Barras no tejadilho (150€); Pack Visibilidade Titanium – Faróis médios automáticos, limpa pára-brisas automático com sensor de chuva, retrovisor interior automático anti-encadeamento ((180€); Pack Família Titanium  – Trancagem elétrica das portas (crianças); Avisador de cintos de segurança traseiros (50€); Pack Titanium X  – Jantes de liga leve 17”; Sistema de chave Inteligente; Vidros escurecidos (375€); Pack Driver II – Sistema automático de estacionamento (inclui sensores de estacionamento à frente e atrás e retrovisores elétricos e recolhíveis; Travagem ativa em cidade (700€); Pack Fumador (10€) e Roda suplente mini (50€). Pelo menos, neste “assunto”.

A opção entre um Focus a gasolina e este turbo-Diesel já não é tão imediata e sem hesitações

A opção entre um Focus a gasolina e este turbo-Diesel já não é tão imediata

Então, se afinal não é assim tão mais económico que o 1.0 Ecoboost; se tem o mesmo equipamento de série; se tem caraterísticas dinâmicas semelhantes; onde reside a sua vantagem? Se, ainda por cima, até é mais caro? Será que compensa, nesta altura de crise, abrir um pouco mais os cordões à bolsa e optar pela versão a gasóleo? Na verdade, não há uma resposta absoluta para isso. Tudo continua a ser uma questão de gosto – os que gostam mais de carros a gasóleo, dizem que sim, compensa. Os outros, dizem que não, não compensa, porque é demasiado “mais caro”. Na verdade, a escolha é sua. Tal como suas são as suas razões. Sempre.

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

O motor de 115 cv com mais 10% em "overboost" é muito agradável

O motor de 115 cv com mais 10% em “overboost” é muito agradável

Motor: Dianteiro, transversal, 4 cil., 16v, 1.560 cc, turbo de geometria variável e “intercooler”, inj. direta ”common rail”; Potência (cv/rpm): 114/3.600; Binário Máx. (Nm/rpm): 270/1.750 – 2.500 (285 Nm em “overboost”); Vel. Máx. (km/h): 193; Acel. 0-100 km/h (s): 11,1; Consumos (l/100 km): 4,2; Emissões CO2 (g/km): 109; Preço (euros): 26.285

O Ford Focus SW 1.6 TDCi Titanium Best de 115 cv custa 26.285 euros

O Ford Focus SW 1.6 TDCi Titanium Best de 115 cv custa 26.285 euros

Texto: Hélio Rodrigues; Fotos: C.Santos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s